Repositório Digital

A- A A+

Influência do grão de sorgo como fonte de amido em ovinos alimentados com feno : parâmetros plasmáticos

.

Influência do grão de sorgo como fonte de amido em ovinos alimentados com feno : parâmetros plasmáticos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência do grão de sorgo como fonte de amido em ovinos alimentados com feno : parâmetros plasmáticos
Autor Lopez, Jorge
Stumpf Junior, Waldyr
Resumo O objetivo deste trabalho experimental foi verificar a influência de diferentes níveis de grão de sorgo, como fonte de amido, nos parâmetros plasmáticos em ovinos alimentados com feno de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum). O sorgo foi utilizado em quatro níveis na dieta: 0, 15, 30 e 45%. Foram usados 12 ovinos machos castrados distribuídos em quatro tratamentos com três repetições. Foram coletadas seis amostras de sangue por animal logo antes da refeição da manhã (hora zero) e 1, 2, 3, 4, 6 e 8 horas após. O delineamento experimental foi o completamente casualizado. A 1ª hora após a refeição apresentou a maior concentração plasmática de uréia (53,3 mg/100 mL) e foi superior à 6ª e 8ª hora (49,5 e 49,3 mg/100 mL). A maior concentração de uréia no plasma coincidiu com a maior concentração de amônia no líquido ruminal. O tratamento com 30% de sorgo na dieta apresentou concentração plasmática de glicose de 81,0 mg/100 mL e foi superior ao tratamento testemunha (60,4 mg/100 mL). A concentração de insulina variou entre tratamentos para cada hora de coleta após a refeição, de acordo com os níveis de sorgo na dieta. O tratamento com 45% de sorgo apresentou a maior concentração do hormônio no plasma. Observou-se para todos os tratamentos um pico de produção do hormônio na 4ª hora após a refeição.
Abstract The objective of this experimental work was to evaluate the influence of different levels of sorghum grain, as a source of starch, on the plasma parameters of sheep fed elephant grass hay (Pennisetum purpureum Schum). Sorghum grain was included in the diet at four levels: 0, 15, 30 e 45%. Twelve castrated male sheep were assigned to four treatments with three replicates. Six samples of blood per animal were collected just before the morning feeding (zero hour) and after 1, 2, 3, 4, 6 and 8 hours. A completely randomized design was used. The first hour after feeding showed the highest plasma concentration of urea (53.3 mg/100 mL) and was higher than the six and eight-hour samples (49.5 and 49.3 mg/100 mL). The higher concentration of urea in the plasma coincided with the highest concentration of ammonia in the ruminal liquor. Treatment including 30% sorghum in the diet showed a glucose plasmatic concentration of 81,0 mg/100 mL and was superior to the control treatment (60.4 mg/100 mL). Insulin concentration varied among treatments for each hour of collection after feeding according to the levels of sorghum in the diet. The treatment that included 45% sorghum grain showed the highest concentration of this hormone in the plasma. It was observed a peak of the insulin production at the four-hour after feeding.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science, Viçosa. Vol. 29, n. 4 (jul./ago. 2000), p. 1183-1190
Assunto Ovino : Proteina : Rumen : Digestao : Suplemento alimentar : Nutricao animal : Sorgo : Feno
[en] glucose
[en] grass hay
[en] insulin
[en] sheep
[en] starch
[en] urea
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95229
Arquivos Descrição Formato
000277308.pdf (466.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.