Repositório Digital

A- A A+

Níveis de energia e peletização no desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte com oferta alimentar equalizada

.

Níveis de energia e peletização no desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte com oferta alimentar equalizada

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Níveis de energia e peletização no desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte com oferta alimentar equalizada
Autor Meinerz, Cibele Elisse Timm
Ribeiro, Andrea Machado Leal
Penz Junior, Antonio Mario
Kessler, Alexandre de Mello
Resumo Foi realizado um experimento para avaliar os efeitos dos níveis de energia (2900-BE- e 3200-AE- kcal EM/kg), da forma física da ração (farelada-RF, peletizada em matriz de 2 mm-RP2 e de 4 mm-RP4) e da uniformização de consumo, através da restrição (Rs) alimentar quantitativa baseada no consumo de ração (CR) obtido de rações oferecidas ad libitum (Ad)/RF/AE, sobre o desempenho e o rendimento de carcaça de frangos de corte, machos, dos 21 aos 42 dias de idade. Foram empregados oito tratamentos, cinco repetições, 12 aves/repetição. Foram oferecidos somente peletes íntegros das RP. Nestas condições não houve diferença no desempenho e nos parâmetros de carcaça entre RP2 e RP4, embora a RP2/BE tenha tido menor porcentagem de finos (12%) do que a RP4/BE (27%). A equalização do consumo entre RF/AE e RP2+RP4/BE resultou em GP (ganho de peso) similares (P>0,05), porém melhor conversão calórica (CC) (P<0,06) para RF/AE. Entre as dietas BE, apesar do CR ter sido significativamente menor nas RP/Rs (P<0,001) comparado com RF/Ad, não houve diferenças para GP, CA (conversão alimentar) e CC. Comparando energia e forma física, as dietas RP/BE/Ad proporcionaram maior CR, GP, maior porcentagem de gordura abdominal e melhor CC, mas pior CA, quando comparadas com RF/AE/Ad. Também tiveram maior retorno econômico do que RF/Ad, em ambos os níveis de energia. A peletização parece evidenciar-se mais vantajosa com rações de baixa energia.
Abstract An experiment was conducted to evaluate the effect of energy levels (2900-LE and 3200-HE- kcal ME/kg), physical form of the diet (mash-M and pellet with 2 mm-P2 and 4 mm-P4) and pair feeding (Pf), by feed restriction based in Ad libitum (Ad)/ M/HE diets, on male broilers performance and carcass yield, from 21 to 42 days of age. There were 8 treatments, 5 replicates, 12 birds/ replicate. In the P diets, only whole pellets were offered. At these conditions, there were no differences on performance and carcass parameters between P2 and P4 diets, although P2/LE showed less fines (12%) than P4/LE (27%). Pair-feeding M/HE and P2+P4/LE resulted in similar weight gain (WG) (P<0,05), but better caloric efficiency (CE) (P<0,06) for M/HE. Among LE diets, although FI was lower in P/Pf (<0.001) when compared with M/Ad, there was no differences for WG, FE (feed efficiency) and CE. Comparing energy and diet form, the P/LE/Ad diets gave a greater FI, WG, abdominal fat and better CE, but worse FE compared with M/HE/Ad. Also had more economic return compared with M/Ad, in both energy levels. The pelleting process seems to be more profitable with low energy diets.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science. Viçosa, MG. Vol. 30, n. 6 supl. (nov./dez. 2001), p. 2026-2032
Assunto Dieta
Frango de corte
Nutricao animal
Peletização
Performance
[en] broilers
[en] energy
[en] pellets
[en] performance
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95232
Arquivos Descrição Formato
000309639.pdf (183.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.