Repositório Digital

A- A A+

Uso de álcool na adolescência, impulsividade e comportamentos de risco em ratos wistar

.

Uso de álcool na adolescência, impulsividade e comportamentos de risco em ratos wistar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de álcool na adolescência, impulsividade e comportamentos de risco em ratos wistar
Autor Passos, Jonatas Argemi Foster
Orientador Almeida, Rosa Maria Martins de
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Adolescência
Alcool
Comportamento animal
Comportamento de risco
Impulsividade
Ratos Wistar
[en] Impulsivity
[en] Neuropsychological assessment
[en] Translational research
Resumo Contexto. A impulsividade é um conceito formado a partir de diversas dimensões comportamentais. Desta forma a avaliação do comportamento impulsivo apresenta características complexas e distintas, que devem ser levadas em conta durante o processo de diagnóstico ou pesquisa. Objetivo. Este artigo de revisão apresenta os principais instrumentos de avaliação do comportamento impulsivo tanto em animais, quanto em humanos, relacionando as indicações e limitações de cada instrumento, assim como apontando referências de artigos empíricos que exemplificam cada protocolo. Método. Foram realizadas buscas nos sistemas Medline, PsycINFO e BVS/Bireme durante o período de 2007 a 2012. Resultados. Para humanos foram apontados quatro questionários e oito tarefas, e para animais foram apontadas seis tarefas. Entre os questionários a Escala de Impulsividade Barrat 11 se destaca, assim como a tarefa Delay Discounting, tanto para humanos quanto para animais. Conclusão. Estudos que utilizam instrumentos de modelos diferentes são sugeridos, assim como validação de escalas de impulsividade para diferentes populações brasileiras.
Abstract Background. The concept of impulsivity encompasses several behavioral dimensions. Therefore, the evaluation of impulsive behavior is quite complex and can vary greatly. Hence, such complexity should be considered during research or while establishing a diagnosis. Objectives. The objective of the present review article was to describe the main impulsive behavior assessment instruments both in animals and humans, including the indications and limitations of each instrument, and to suggest references of empirical articles that illustrate each protocol. Methods. The following databases were searched from 2007 to 2013: MEDLINE, PsycINFO and BVS/Bireme. Results. Our search retrieved four questionnaires and eight tasks for humans, and six tasks for animals. Among the most frequently used questionnaires and tasks, we found the Barratt Impulsiveness Scale-11 and the Delay Discounting Task, both for humans and animals. Conclusion. It is recommended that further research be undertaken using different models of instruments. In addition, impulsivity scales should be validated for different Brazilian populations.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/95386
Arquivos Descrição Formato
000911872.pdf (1.545Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.