Repositório Digital

A- A A+

Da natureza da vida à natureza do vídeo : um estudo cartográfico de vlogs que operam sobre a subjetividade publicizada

.

Da natureza da vida à natureza do vídeo : um estudo cartográfico de vlogs que operam sobre a subjetividade publicizada

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Da natureza da vida à natureza do vídeo : um estudo cartográfico de vlogs que operam sobre a subjetividade publicizada
Autor Ferreira, Lorena de Risse
Orientador Rosário, Nísia Martins do
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Audiovisual
Cartografia
Subjetividade
Vida cotidiana
YouTube (Site)
[en] Audiovisual
[en] Cartography
[en] Publicized subjectivity
[en] Vlogs
Resumo Esta pesquisa tem como foco problematizar os vlogs como práticas de publicização da vida e pensar sobre como eles tornaram-se superfícies nas quais podemos ver os movimentos e ações de uma subjetividade fabricável. As reflexões trazidas pelo filósofo francês Félix Guattari deram base para pensar na subjetividade como algo que se fabrica no atravessamento de esferas diversas, como a social, a cultural, a econômica e também a comunicacional e a tecnológica. Estas duas últimas, em especial, iluminaram o entendimento de que a Comunicação e a tecnologia imagética, aliadas ao contexto digital, operam como fontes de incitamentos e estímulos de uma subjetividade que não se realiza apenas no exibicionismo e sim na cristalização do desejo do compartilhamento, da publicização. Assim, construímos a definição de subjetividade publicizada a partir da observação de vlogs, gênero audiovisual de internet que adquire contornos próprios nessa investigação: um tipo de vídeo que tem como objetivo explorar acontecimentos do cotidiano, da natureza da vida, e construí-los por meio da natureza do vídeo. A cartografia foi o procedimento metodológico que inspirou o tratamento do objeto empírico e da proposta teórica. Entre os resultados, encontramos seis platôs em que se iluminam a subjetividade publicizada em vlogs, são eles: Cotidiano, Família, Monólogos, Empatia, Técnica Audiovisual e Corpo. Ao longo da cartografia dos vídeos ficou claro que temos uma intensa rede de conexões entre intensidade, ritmos, linhas de segmentaridade e linhas de fuga, o que nos mostra o quanto o universo de vlogs apresenta-se complexo e múltiplo, dando vida ao que chamamos de subjetividade publicizada.
Abstract This research focuses problematize the vlogs as practices publicizing the life and think about how they became surfaces in which we can see the movements and actions of a manufacturable subjectivity. Reflections of the French philosopher Félix Guattari provided basis for thinking about subjectivity as something that makes the crossing of different spheres, such as social, cultural, economic as well as communicational and technological. These last two, in particular, illuminated the understanding that the communication and imagery technology, allied with the context of the internet, operate as sources of incitement and encouragement of a subjectivity that is not realize just in exhibitionism, but on the crystallization of desire of sharing, the publicity. Thus, we construct the definition of publicized subjectivity from watching vlogs, audiovisual genre of internet that acquiring own outlines in this investigation: a type of video that aims to explore the events of daily life, the nature of life, and build them through the nature of the video. The cartography was the methodological procedure that inspired the treatment of empirical object and the theoretical proposal. Among the results, we found six plateaus that illuminate publicized subjectivity in vlogs, they are Everyday Life, Family, Monologues, Empathy, Audiovisual Technique, and Body. During the cartography of videos became clear that we have a strong network of connections between intensity, rhythms, segmentarity lines and drain lines, which shows us how the universe of the vlogs presents complex and multiple, giving life to what we call publicized subjectivity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/95389
Arquivos Descrição Formato
000917853.pdf (4.181Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.