Repositório Digital

A- A A+

Caracterização sismoestratigráfica da seção rifte sudoeste da Bacia de Campos, Grupo Lagoa Feia, cretaceo inferior

.

Caracterização sismoestratigráfica da seção rifte sudoeste da Bacia de Campos, Grupo Lagoa Feia, cretaceo inferior

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização sismoestratigráfica da seção rifte sudoeste da Bacia de Campos, Grupo Lagoa Feia, cretaceo inferior
Autor Cardoso, Daiane dos Santos
Orientador Goldberg, Karin
Küchle, Juliano
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Campos, Bacia de (RJ)
Evolução tectono-estratigráfica
Rifte
Sismoestratigrafia
[en] Campos basin
[en] Rift
[en] Seismic stratigraphy
[en] Tectonostratygraphic evolution
Resumo A bacia de Campos, localizada na margem continental brasileira, é atualmente a principal bacia prolífera em termos de produção de hidrocarbonetos do Brasil. O presente projeto temático visa à compreensão dos estágios iniciais e evolução da Bacia de Campos. O objetivo principal foi compreender como ocorreu a abertura, desenvolvimento e preenchimento de uma calha rifte localizada na região sudoeste da bacia através da análise sismoestratigráfica. A seção rifte da Bacia de Campos, constituída pelo Grupo Lagoa Feia, inclui as principais rochas geradoras da bacia, além de importantes reservatórios de petróleo. Com base nos conceitos fundamentais da sismoestratigrafia e no modelo teórico desenvolvido por Kuchle & Scherer (2010) para bacias do tipo rifte, foi feita a interpretação em detalhe de quatro linhas sísmicas 2D para obter um modelo evolutivo da área de estudo. Através da interpretação das terminações dos refletores, o meio-gráben foi dividido em unidades sismoestratigráficas, onde foram individualizados três tratos de sistemas tectônicos: Trato de Sistemas Tectônico de Desenvolvimento de Meio-Gráben, Trato de Sistemas Tectônico de Alta Atividade Tectônica e Trato de Sistemas Tectônico de Baixa Atividade Tectônica. Esses tratos de sistemas tectônicos apresentam aumento ou diminuição da divergência dos refletores e sismofácies específicas para cada parte do meio-gráben, e são individualizados por superfícies estratigráficas. Posteriormente foi realizada a integração de todos os dados e foram construídos diagramas cronoestratigráficos (diagramas de Wheeler) de cada linha sísmica. O detalhamento da evolução inicial do meio-gráben, apesar de não ter expressão regional, servirá de base para a construção de modelos de evolução do rifte da Bacia de Campos, fundamentais para guiar os esforços exploratórios na seção rifte.
Abstract The Campos Basin, located at the Brazilian continental margin, is the main hidrocarbon producing basin on Brazil. This work aims to understand the initiation stage and evolution of the Campos Basin. The main objective is to analyze the rifting process, development and infill of a rift trough located at the southeastern area of the basin, using seismic stratigraphic techniques. The rift section of the Campos Basin is constituted by the Lagoa Feia Formation, which includes the main oil generators of the basin, and relevant producing reservoirs. Based on the basic concepts of the seismic stratigraphy and using the theories proposed by Kuchle & Scherer (2010) to rift basins, a detailed interpretation of four 2D seismic lines were made, obtaining a evolutional model to the study area. Using reflectors terminations, the half-graben structure were divided on several seismic units, and three tectonic system tracts were recognized – the half-graben development tectonic system tract, the high tectonic activity system tract and the low tectonic activity system tract. The tectonic system tracts shows an increase or decrease of the reflectors divergence, and are bounded by stratigraphic surfaces. Subsequently, all the data were integrated and chronostratigraphic charts (Wheeler diagrams) were made for each seismic line. The detailed mapping and stratigraphic characterization of the evolution of the half-graben, even without a regional wide area expression, can help to elaborate future rift evolutionary models to the Campos Basin, driving exploration efforts at the basin.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/95517
Arquivos Descrição Formato
000918201.pdf (15.15Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.