Repositório Digital

A- A A+

Geoquímica de metacarbonatos do Escudo Sul-Rio-Grandense Na Região De Caçapava Do Sul E Arroio Grande, RS

.

Geoquímica de metacarbonatos do Escudo Sul-Rio-Grandense Na Região De Caçapava Do Sul E Arroio Grande, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Geoquímica de metacarbonatos do Escudo Sul-Rio-Grandense Na Região De Caçapava Do Sul E Arroio Grande, RS
Autor Neis, Leonardo Pavlak
Orientador Koester, Edinei
Mizusaki, Ana Maria Pimentel
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Carbonatos
Escudo Sul-rio-grandense
Geologia isotópica
Geoquímica
[en] 87Sr/86Sr
[en] Geochemistry
[en] Isotópic geology
[en] Sul-Rio-Grandense shield
Resumo Neste trabalho, foram escolhidas três áreas de estudo no Escudo Sul-Rio-Grandense onde afloram metacarbonatos metamorfizados sob condições de fácies xisto verde superior a anfibolito. Duas delas (pedreiras Fida e Mudador) situam-se na região centro-sul do estado do Rio Grande do Sul, próximo à cidade de Caçapava do Sul, e a outra (pedreira Matarazzo) na região sul, próximo à cidade de Arroio Grande. Foram coletadas amostras de cerca de setenta pontos nas três localidades. Com elas, foram confeccionadas lâminas petrográficas, e realizadas análises geoquímicas de rocha total para elementos maiores e traços, análises de difração de raios X e análises isotópicas de Sr. As análises petrográficas e de difração de raios X permitiram a identificação de calcita como mineral dominante nos metacarbonatos Matarazzo, enquanto que a dolomita ocorre em maior proporção no Mudador e no Fida, o que também pode ser confirmado pelas análises químicas, que mostram elevadas concentrações de MgO no Mudador (18,73%) e Fida (20,7%) em relação a outra localidade (0,51%) e de altas quantidades de CaO para os mármores da pedreira Matarazzo (52,29%) quando comparados com as localidades Fida (30,88%) e Mudador (27,74%). Sob ponto de vista isotópico, as análises de Sr mostram razões 87Sr/86Sr ao redor de 0,704 para os metacarbonatos da Fida, enquanto que valores mais elevados são observados para os metacarbonatos Mudador (0,711) e Matarazzo (0,706). Esses resultados indicam idades deposicionais mais antigas para os metacarbonatos Fida (900 a 930 Ma - Neoproterozóico, período Toniano) e Matarazzo (820 a 870 Ma - Neoproterozóico, períodos Criogeniano e Toniano) em comparação com o Mudador (550 Ma - Neoproterozóico, período Ediacarano). Conclui-se, portanto, que os mármores em estudo neste trabalho não se formaram em uma mesma bacia sedimentar. Os mármores Fida e Mudador, devido a sua grande semelhança de composição química e mineralógica formaram-se no mesmo oceano, diferentemente dos mármores Matarazzo, que foram precipitados em uma outra bacia e em um evento posterior.
Abstract In this paper, three study areas in the Sul-Rio-Grandense Shield were chosened, where outcrop metamorfised (green schist to anfibolite facies) carbonates that. Two of the three sampled successions (Fida and Mudador quarries) are located at the south-central region of the Rio Grande do Sul state, next to Caçapava do Sul city, and the other (Matarazzo quarry) at the south region, next to Arroio Grande city. About seventy spots in the three localities were sampled. With them, petrographic slides were confectioned, and performed major and trace chemical elements, X ray difraction and Sr isotopic analysis. The petrographic and X ray analysis allowed to indentify calcite as dominant mineral in the Matarazzo marbles, while the dolomite occurs in a higher proportion in the Mudador and Fida, what can be also confirmed by the chemical analysis, wich shows higher concentration of MgO in Mudador (18,73%) and Fida (20,7%) than the other locality (0,51%) and high concentrations of CaO to the Matarazzo marbles (52,29%) when compared with the Fida (30,88%) and Mudador (27,74%) localities. From the isotopic point of view, the Sr analysis shows arround 0,704 87Sr/86Sr ratio to the Fida marbles, while higher values are observed to the Mudador (0,711) and Matarazzo (0,706) marbles. This results indicate older depositional ages to the Fida (900 to 930 Ma - Neoproterozoic, Tonian period) and Matarazzo (820 to 870 Ma - Neoproterozoic, Cryogenian and Tonian period) compared to the Mudador (550 Ma - Neoproterozoic, Ediacaran period) marbles. Due to its close chemical and mineralogical similarity, the Fida and Mudador marbles were formed, therefore, at the same ocean, differently of the Matarazzo marbles, that were precipitated in another sedimentary basin and at a posterior event.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/95521
Arquivos Descrição Formato
000918194.pdf (4.182Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.