Repositório Digital

A- A A+

Redes sociais e bullying virtual : um estudo de caso com alunos do ensino médio

.

Redes sociais e bullying virtual : um estudo de caso com alunos do ensino médio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Redes sociais e bullying virtual : um estudo de caso com alunos do ensino médio
Autor Oliveira, Lidiane Cavalheiro de
Orientador Favaretto, Fernando
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação. Curso de Especialização em Mídias na Educação.
Assunto Bullying
Redes sociais
Tecnologia
Resumo O tema bullying, proposto neste estudo está amplamente sendo discutido e faz parte dos debates atuais, principalmente na área escolar. As escolas à cada dia estão encontrando novos desafios, e diante disso sentem a necessidade de modificações em todo o seu contexto escolar. Muito se tem falado em bullying, mas o fato, é que existe uma outra maneira de se praticar o bullying sem ser exposto a identidade do praticante, que é o caso do bullying virtual ou cyberbullying onde o praticante realiza as agressões, os insultos, através de mensagens difamatórias ou ameaçadoras através dos meios eletrônicos, das diferentes tecnologias que estão à disposição de nossos jovens em grande parte nos lugares que ele frequenta. O estudo tenta analisar, interpretar e compreender as repercussões nos conceitos daqueles que são participantes de redes sociais, acerca do bullying virtual, através de suas respostas, as quais possibilitarão a leitura dos sentimentos dos alunos diante das dificuldades, desafios, superações, ações e experiências diante do bullying virtual. A pesquisa é de caráter qualitativo, na modalidade estudo de caso e os instrumentos utilizados para a coleta de informações foram questionários com perguntas semiabertas. A análise dos dados demonstrou que os jovens participantes da pesquisa, todos eles, tem acesso e utilizam algum tipo de rede social, o número de vítimas de “bullying virtual” entre os participantes, felizmente, ainda é baixo, se comparado ao número dos participantes da pesquisa que são praticantes de “bullying virtual” que é o dobro do número de vítimas, o número dos participantes que são espectadores é bastante relativo, ou seja, são os que identificam as ações de “bullying virtual” em suas redes mas nada fazem, para tentar modificar esta situação. Não há como negar que os avanços tecnológicos contribuíram muito para o surgimento desse novo fenômeno, com isso, é preciso que todos estejam atentos ao uso correto desses meios virtuais, precisamos despertar em nossos jovens uma consciência crítica para que eles mesmo saibam avaliar suas atitudes, priorizando sempre o respeito pelo outro, de forma que antes de agir, causando algum mal, ele possa refletir sobre o que sua atitude poderá causar aos seus semelhantes.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/95656
Arquivos Descrição Formato
000915861.pdf (1.322Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.