Repositório Digital

A- A A+

Discursos e processos de normalização dos sujeitos surdos através de próteses auditivas nas políticas de governo da atualidade

.

Discursos e processos de normalização dos sujeitos surdos através de próteses auditivas nas políticas de governo da atualidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Discursos e processos de normalização dos sujeitos surdos através de próteses auditivas nas políticas de governo da atualidade
Autor Pontin, Bianca Ribeiro
Orientador Thoma, Adriana da Silva
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Discurso
Normalização
Políticas públicas
Surdo
[en] Deaf subject
[en] Discourse
[en] Hearing aids
[en] Normalization
Resumo O trabalho apresenta uma análise dos discursos e processos de normalização dos sujeitos surdos, tendo como pergunta central: Quais discursos sobre surdez, surdos e próteses auditivas estão presentes nas políticas de governo da atualidade e como esses discursos produzem processos de normalização do sujeito surdo? Para isso, analiso os seguintes materiais: 1) Manual de perguntas e respostas sobre o sistema de IC, 2) Nota técnica nº 28/2013 da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão/Ministério da Educação - SECADI/MEC; 3) Documento orientador do projeto: Uso do Sistema de FM na Escolarização de Estudantes com Deficiência Auditiva e 4) Relatório nº 58 da CONITEC – Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS pelo Ministério da Saúde. Nesses materiais, busco identificar os discursos sobre a surdez, os surdos e as próteses auditivas que estão presentes nas políticas de governo da atualidade e como esses discursos produzem processos de normalização disciplinar e biopolítica dos sujeitos surdos. Os conceitos-ferramentas que utilizo para desenvolver as análises são discurso e normalização desenvolvidos por Michel Foucault. Quanto aos procedimentos metodológicos, seleciono excertos dos materiais analisados e faço agrupamento temáticos a partir de recorrências de enunciados, que formulei como perguntas: 1) Cumprindo legalmente? 2) Liberdade de escolha? e 3) Possibilidades de sucesso, para quem?. Através desses agrupamentos, mostro como os discursos neles encontrados constituem sujeitos novos, ou seja, sujeitos implantados, que não são nem surdos nem ouvintes, que vivem em uma situação híbrida, de fronteira, com identidades que escapam dos polos binários de classificação habituais a partir dos quais fomos acostumados a pensar a educação de surdos até o presente. Entendendo que os discursos produzem práticas, busco mostrar como esses materiais contribuem para a condução e normalização dos sujeitos surdos na contemporaneidade. No final, convido os leitores a refletirem sobre os discursos sobre a criança implantada que entram na escola comum e nela passam a circular como verdades, produzindo novos jeitos de ser e viver a condição da surdez, novas identidades de crianças surdas implantadas.
Abstract This dissertation presents an analysis of the discourses and processes of normalization of deaf subjects, with the central question: Which discourses about deafness, deaf people and hearing aids (prosthetics) are currently present on government policies today and how does these discourses produce processes of normalization of the deaf subject? In order to answer the question, I analyze the following materials: 1) Manual of questions and answers about CI system, 2) Technical note nº28/2013 of the Department of Continued Education, Literacy, Diversity and Inclusion / Ministry of Education - SECADI/MEC; 3) Guiding document about the project: Using the FM System in the Schooling of Students with Hearing Impairment and 4) Relatory nº 58 of CONITEC - National Comission of Incorporation of Technologies in SUS by de Ministry of Health. In these materials, I try to identify the discourses about deafness, deaf people and hearing aids that are present in the goverment policies nowadays and how these discourses produce processes of biopolitical and disciplinary normalization of deaf subjects. The concept-tools that I use to develop the analysis are discourse and normalization writen by Michel Foucault. About the methodological procedures, I take some text fragments from the studied materials and group them up, sorting by recurrencies, formulated as questions: 1) it is according to the law? 2) Liberty to choose? 3) Possibility of success, to whom? Through these groupings, I show how the discourses found in these fragments creates new subjects, which means, implanted subjects, there are not deaf nor hearing, they live in a hybrid situation, a frontier, with identities that surpass the binary poles of classifications we are used to think about in the deaf education so far. I understand that the discourses produce practical actions, I seek to show how these material contribute to the conduction and normalization of deaf subjects nowadays, developing new identities as the result of disciplinary and biopolitical investments. At the end, I invite the readers to reflect about the discourses about implanted children that joins the common school and pass by it living their truth, producing new ways of being and living the deafness, new identities of implanted deaf children.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/95664
Arquivos Descrição Formato
000918483.pdf (647.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.