Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da legibilidade de prescrições médicas para medicamentos controlados da Farmácia Popular do Brasil da cidade de Porto Alegre - Farmácia-Escola/UFRGS

.

Avaliação da legibilidade de prescrições médicas para medicamentos controlados da Farmácia Popular do Brasil da cidade de Porto Alegre - Farmácia-Escola/UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da legibilidade de prescrições médicas para medicamentos controlados da Farmácia Popular do Brasil da cidade de Porto Alegre - Farmácia-Escola/UFRGS
Autor Thurow, Eduardo Andrade
Vian, Débora
Orientador Chaves, Celia Machado Gervasio
Co-orientador Gallina, Sara Maria
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Farmácia popular : Brasil
Medicamentos controlados
Prescricao medica
[en] Drugs of special control
[en] Prescription analyses
[en] Prescription errors
Resumo Erros de prescrição podem gerar sérios problemas aos pacientes e aos profissionais de saúde. Estes podem resultar de infinitas causas, dentre elas a dificuldade de leitura da prescrição médica. Realizou-se um estudo para avaliar a dificuldade de leitura de receitas médicas para os medicamentos sujeitos a Portaria 344/98, da Farmácia Popular do Brasil da cidade de Porto Alegre - Farmácia-escola/ UFRGS. Analisaram-se 428 prescrições, retrospectivamente, por um aluno do terceiro e outro do nono semestre da graduação do curso de farmácia da UFRGS. Cada prescrição foi classificada em: legível, difícil leitura e ilegível. Verificou-se também a origem de cada receita se proveniente do sistema público ou privado de saúde. O aluno do terceiro semestre encontrou um percentual de 51,63% de prescrições legíveis, 43,22% de receitas difíceis de leitura e 5,14% ilegíveis. Já o aluno do nono semestre obteve percentual de 71,5% receitas legível, 28,03% de prescrições com dificuldade de leitura e 0,47% de receitas ilegíveis. Quanto à origem das prescrições ambos os alunos apontaram o sistema público com o melhor percentual de legibilidade. Os dados sugerem que a legibilidade das prescrições dos medicamentos controlados da Farmácia Popular do Brasil de Porto Alegre – Farmácia-escola/UFRGS é boa, principalmente quando avaliadas por pessoas com mais experiência na área.
Abstract Prescriptions errors can cause serious problems to patients and healthcare professionals. They have multiple causes, amongst them, the prescriptions’ illegibility and lack of information. A study was conducted in order to analyze the prescriptions legibility of ordinance 344/98 medications in the Farmácia Popular do Brasil de Porto Alegre – Farmácia-escola/UFRGS. There were evaluated 428 prescriptions, retrospectively, by a third and ninth period pharmacy student from UFRGS. Each prescription was classified in: legible, less legible and illegible. Verified is also examined if the prescription source was from public or private health system. The third period student found 51,63% legible, 43,22% less legible e 5,14 illegible prescriptions and the ninth period student identified 71,5% legible, 28,03% less legible and 0,47% illegible. Considering the prescription source, both students identified the public health system as more legible. Data suggest prescription legible from controlled medication ( ordinance 344/98) in the Brazilians’ popular pharmacy is good, mainly when analyzed by more experienced professionals in this area.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96028
Arquivos Descrição Formato
000898085.pdf (258.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.