Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de modelo de acompanhamento farmacoterapêutico a pacientes com câncer de mama metastático em tratamento com capecitabina

.

Desenvolvimento de modelo de acompanhamento farmacoterapêutico a pacientes com câncer de mama metastático em tratamento com capecitabina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de modelo de acompanhamento farmacoterapêutico a pacientes com câncer de mama metastático em tratamento com capecitabina
Autor Ehrenbrink, Guilherme
Orientador Heineck, Isabela
Co-orientador Wüst, Diego
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Capecitabina
Farmacoterapia
Neoplasias mamárias
Resumo Histórico: O câncer da mama é o que mais acomete as mulheres no mundo. Em 2012, esperam-se, para o Brasil, 52.680 casos novos. A capecitabina é um pró-fármaco oral metabolizado a 5-Fluorouracila no tumor. O seu perfil de segurança em curto prazo é bem estabelecido, porém não existem informações sobre Reações Adversas a Medicamentos (RAMs) em longo prazo. Objetivo: Desenvolver um Modelo de Acompanhamento focado em RAMs e problemas relacionados a medicamentos (PRMs) em pacientes com neoplasia metastática de mama em tratamento com capecitabina na forma de uma revisão sistemática integrativa e na revisão dos protocolos clínicos de sociedades de oncologia e agências governamentais. Métodos: Para localizar ensaios clínicos randomizados (ECRs) e estudos de coortes descrevendo modelos de seguimento de pacientes com câncer de mama metastático em tratamento com capecitabina, realizou-se busca sensibilizada nas bases Medline (via Pubmed), Biblioteca Cochrane, EMBASE e Lilacs. Adicionalmente, foi realizado handsearch para identificação de outras publicações relevantes nos endereços eletrônicos de sociedades de oncologia e agências governamentais. Buscaram-se livros sobre farmácia clínica e atenção farmacêutica, além de handsearch em periódicos sobre prática farmacêutica e oncologia para auxiliar na estruturação do atendimento farmacêutico. Resultados: Na busca de ECRs, apenas um artigo foi selecionado, mais dois ECRs por Handsearch. Nenhum estudo de coorte atendeu os desfechos de interesse. Na revisão de livros sobre farmácia clínica e atenção farmacêutica, encontraram-se as seguintes metodologias de seguimento farmacoterapêutico: o “Subjetivo, Objetivo, Avaliação e Plano” (SOAP), o Pharmacists Work-up of Drug Therapy (PWDT) e o Método Dáder. Conclusão: Para o Modelo de Acompanhamento, elaborou-se uma Ficha de Acompanhamento e um Fluxograma, onde os exames iniciais incluem Exame Físico Completo, Radiografia Torácica, Hemograma Completo, incluindo Plaquetas, Mamografia, Exames de Função Hepática e Renal, Biópsias e Eletrocardiograma. Para a continuidade do tratamento e monitoramento de RAMs e PRMs relacionados à capecitabina, recomendam-se Exames Físicos Completos, Hemograma Completo, incluindo Plaquetas e Exames de Função Hepática e Renal a cada ciclo e Radiografias Torácicas a cada três ciclos. Esquemas de Manejo foram estabelecidos em casos de RAMs. Estabeleceu-se também documentação em prontuário eletrônico e um banco de dados para monitoramento dos Indicadores de Desempenho.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96031
Arquivos Descrição Formato
000898163.pdf (1.227Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.