Repositório Digital

A- A A+

A contribuição do farmacêutico no cuidado do doente renal crônico

.

A contribuição do farmacêutico no cuidado do doente renal crônico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A contribuição do farmacêutico no cuidado do doente renal crônico
Outro título The contribution of the pharmaceutical in the care of chronic kidney patient
Autor Kasperiski, Fernando Marchioro
Orientador Heineck, Isabela
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Farmacêuticos
Insuficiência renal crônica
[en] Chronic kidney disease
[en] Pharmaceutical care
[en] Pharmaceutical service
Resumo A Doença Renal Crônica é definida pela lesão do parênquima renal (com função renal normal) e/ou pela diminuição funcional renal presentes por um período igual ou superior a três meses. Com o diagnóstico precoce e instituindo desde cedo medidas nefro-cardioprotetoras a doença renal crônica pode ser retardada. Na prática a negligência do tratamento na atenção primária no país pode resultar da falta de conhecimento da definição e classificação dos estágios da doença e de aplicação de testes simples que classificariam a doença. Neste trabalho pretende-se discutir a participação do farmacêutico no cuidado do doente renal crônico. O farmacêutico deve ter o ímpeto de rediscutir seu posicionamento como profissional da saúde, não tratando o medicamento como produto e sim dando uma nova dimensão a ele. Nesse sentido, a atividade farmacêutica deve dar novas perspectivas principalmente no paradigma profissional objetivando reflexos futuros e orientando o paciente renal crônico em quesitos importantes. Políticas públicas são necessárias para aumentar a adesão do paciente renal crônico ao tratamento. O profissional farmacêutico deveria ter participação ativa neste processo, apropriando-se dos protocolos de tratamento das doenças crônicas, principalmente doença renal crônica. A criação de novos dispositivos no processo de trabalho torna-se urgente e apresenta-se como proposta viável para a articulação das ações entre os níveis da atenção no cuidado do portador da Doença Renal Crônica ou seus fatores de Risco.
Abstract Chronic Kidney Disease is defined by lesions of the renal parenchyma (with normal renal function) and / or by decreasing renal functional present for a period not exceeding three months. With early diagnosis and instituting measures early nephro-cardioprotective chronic kidney disease can be slowed. In practice the neglect of treatment in primary care in the country can result from lack of knowledge of the definition and classification of stages of the disease and the application of simple tests to classify the disease. The aim of this study was to discuss the contribution of the pharmacist in the care of patients with chronic kidney disease. The pharmacist must have the impetus to revisit its position as a health professional, not treating the drug as a product but giving a new dimension to it. Accordingly, the pharmaceutical activity should provide new perspectives especially in the professional paradigm aiming reflexes and guiding future chronic renal patients on important questions. Public policies are needed to increase patient adherence to chronic renal treatment. Pharmacists should actively participate in this process, appropriating the treatment protocols of chronic diseases, especially chronic kidney disease. The creation of new devices in the work process becomes urgent and presents itself as a viable proposal for the articulation of actions between levels of care in the care of the carrier of chronic kidney disease or its risk factors.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96050
Arquivos Descrição Formato
000914564.pdf (246.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.