Repositório Digital

A- A A+

Caracterização de depósitos sedimentares marinhos : formação por correntes de turbidez

.

Caracterização de depósitos sedimentares marinhos : formação por correntes de turbidez

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização de depósitos sedimentares marinhos : formação por correntes de turbidez
Autor Mattioda, Samuel de Souza
Orientador Manica, Rafael
Co-orientador Dücker, Richard Eduard
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo As correntes de turbidez constituem mecanismos de grande eficiência no transporte de sedimentos de águas rasas para o mar profundo, gerando, com sua deposição, depósitos sedimentares de variadas espessuras e dimensões. Entre esses depósitos, destacam-se os turbiditos que, por sua vez, são grandes responsáveis pela formação de reservatórios de hidrocarbonetos. Na exploração de hidrocarbonetos, é essencial a elaboração de modelagens rochas-reservatório e de descrições muito detalhadas das heterogeneidades internas dos turbiditos. Nesse contexto, este trabalho tem como objeto de estudo os resultados de algumas simulações, realizadas em modelo reduzido, da ação de correntes de turbidez no processo de sedimentação de partículas em solo marinho. Essas simulações foram realizadas em um dos pavilhões do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS no primeiro semestre de 2013 e fazem parte de um estudo mais amplo financiado por uma instituição privada e dirigido pelo Necod (Núcleo de Estudos de Correntes de Densidade) sobre as características dessa interação no leito oceânico. Para a realização desses experimentos, foi construído um tanque de grandes dimensões (35 m x 7 m x 4 m) que visa simular um ambiente marítimo em escala reduzida. Esse tanque foi equipado com uma estrutura munida de um feixe de laser capaz de perfilar o relevo do fundo do tanque com grande precisão. Neste tanque de grandes dimensões, foi injetada, em cada ensaio, uma mistura que simulava a ação das correntes de turbidez no leito marinho. Após observar-se o comportamento dessas correntes, foi feita a batimetria do fundo do tanque com o uso do perfilador e avaliou-se, com os dados obtidos, de que forma os depósitos sedimentares gerados pelas correntes se comportaram após cada ensaio. Este trabalho explora as primeiras leituras feitas pelo perfilador e tem como objetivo analisar de que forma as leituras feitas pelo laser podem ajudar a compreender a dinâmica das correntes de turbidez em alto mar a partir dos resultados obtidos em modelo reduzido.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96304
Arquivos Descrição Formato
000915021.pdf (19.78Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.