Repositório Digital

A- A A+

Desempenho de microbicidas para preservação de peles e couros

.

Desempenho de microbicidas para preservação de peles e couros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desempenho de microbicidas para preservação de peles e couros
Autor Fontoura, Juliana Tolfo da
Orientador Gutterres, Mariliz
Co-orientador Brandelli, Adriano
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química.
Assunto Couro : Tecnologia
Indústria do couro
Microbicidas
[en] Accelerated microbiological testing
[en] Biodeterioration leather
[en] Microbicides
Resumo Um problema na indústria coureira é a deterioração de peles e couros devido ao desenvolvimento de microrganismos no processamento do couro. As peles e os couros contêm nutrientes adequados para o crescimento de microrganismos, como carboidratos, gorduras e proteínas, além das condições ambientais, alta umidade, temperatura de armazenagem e pH favoráveis. Alguns gêneros de bactérias e fungos sintetizam importantes substâncias deste substrato, causando modificações prejudiciais na superfície do couro e nas propriedades físico-mecânicas, deixando manchas pigmentadas de difícil remoção, afetando a qualidade do produto final e causando perda de valor comercial. Desta forma, surge a necessidade de desenvolver estratégias de controle dos microrganismos de modo a reduzir ou eliminar este problema. Para tanto, recorre-se comumente à utilização de microbicidas. No passado, a ação esperada dos agentes antimicrobianos era principalmente de fornecer uma proteção eficaz, mas em anos mais recentes, a preocupação com a sua toxicidade e com potenciais riscos ecológicos tornou-se também importante. Nos dias atuais uma grande preocupação mundial é o cuidado com a preservação do meio ambiente. Devido a isto, várias pesquisas estão voltadas para o desenvolvimento de novas tecnologias limpas e renováveis como também a otimização de processos. Tendo em vista a melhoria de processos no que diz respeito ao uso de microbicidas adicionados em peles e couros, para prevenir a contaminação dos mesmos por microrganismos, esta dissertação centrou-se na avaliação do desempenho de microbicidas comerciais convencionalmente utilizados na indústria do couro sendo eles 2-(tiocianometiltio) benzotiazole (TCMTB), isotiazolina, dispersão oleosa de 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona + carbendazim (OIT+BMC/óleo), dispersão aquosa de 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona + carbendazim (OIT+BMC/água), 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona (OIT) e para-cloro-meta-cresol (PCMC) contra as espécies de bactérias Bacillus subtilis, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa e Streptomyces sp. e as espécies de fungos Aspergillus niger, Aspergillus flavus, Penicillium herguei e Penicillium chrysogenum. Os microbicidas foram aplicados nas etapas de remolho, píquel, curtimento de couro com cromo e curtimento/engraxe com tanino vegetal. Os efeitos antimicrobianos dos microbicidas foram avaliados através de ensaios microbiológicos acelerados de plaqueamento e de acondicionamento em câmara tropical e testes de biodeterioração no solo, seguidos de análises visual, Microscopia eletrônica de varredura e ensaio de tração. Também foi testada a sorção e wash-out dos microbicidas em couros wet-blue. Outro teste feito nos próprios microbicidas foi o de concentração inibitória mínima (MIC). Os resultados demonstraram baixa capacidade antibacteriana e antifúngica dos microbicidas selecionados quando aplicados no processo de remolho contra o ataque das bactérias Bacillus subtilis, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Streptomyces sp. e no processo de engraxe para o couro curtido com tanino vegetal contra o ataque dos fungos Aspergillus niger, Aspergillus flavus. Dois dos microbicidas estudados, TCMTB e OIT+BMC/água aplicados no couro wet-blue, revelaram elevada capacidade antifúngica contra os quatro diferentes fungos testados. Dos microbicidas submetidos ao teste de absortividade e wash-out, o microbicida à base de TCMTB apresentou alta e rápida absortividade pelo couro wet-blue, além de possuir resistência à lavagem.
Abstract A problem in the leather industry is the deterioration of leather skins due to the development of microorganisms, in the processing of leather. The skin and leather containing nutrients suitable for the growth of microorganisms such as carbohydrates, fats and proteins , as well as environmental conditions, high humidity, storage temperature and pH favorable. Some genera of bacteria and fungi synthesize important ingredients of this substrate, causing harmful changes in the surface of the leather and the physical and mechanical properties, leaving pigmented spots are difficult to remove, affecting the quality of the final product and loss of commercial value. Thus, there arises the need to develop strategies for control of microorganisms in order to reduce or eliminate this problem, therefore, appeal commonly the use of microbicides. In the past, the expected action of antimicrobial agents was mainly to provide effective protection, but in more recent years, concerns about the toxicity and potential ecological risks has also become important. Nowadays a major global concern is the careful preservation of the environment, due to this many researches are focused on the development of new clean and renewable technologies as well as process optimization. In view of the improvement of processes in respect to the use of microbicides added to hides and skins to prevent contamination thereof by microorganisms , this work has focused on the evaluation of the performance of commercial microbicides conventionally used in the leather industry, 2-metiltiocianato benzothiazole (TCMTB) isothiazoline, oily dispersion of 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona + carbendazim (OIT+BMC/oil), water dispersion of 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona + carbendazim (OIT+BMC/water), 2-n-octil-4-isotiazolin-3-ona (OIT) and para-chloro-meta-cresol (PCMC), against the bacterial species Bacillus subtilis, Escherichia coli and Pseudomonas aeruginosas and Streptomyces sp. e species of fungi Aspergillus niger, Aspergillus flavus, and Penicillium herguei Penicillium chrysogenum, compared with the control. Microbicides were applied in steps of soaking, pickling, chrome tanning and grease/tanning with vegetable tannin. The antimicrobial effects of microbicides made for these applications were evaluated by accelerated plating microbiological testing and tropical chamber rain and biodegradation tests on the ground, followed by analysis (visual , SEM and tensile test) . Also was tested the absorptivity and wash-out of microbicides in wet-blue leather. Another test done on their own microbicides was the minimal inhibitory concentration (MIC). The results showed low capacity antibacterial and antifungal activities of selected microbicides when applied in the process of soaking the attack of the bacteria Bacillus subtilis, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Streptomyces. sp. e in the process of grease for leather vegetable tannin against fungal attack Aspergillus niger, Aspergillus flavus. Two of microbicides studied TCMTB and OIT + BMC/water applied in wet-blue leather, high capacity antifungal against revealed four different fungi tested. For microbicides tested for absorbency and wash-out the microbicide based TCMTB showed high and rapid absorbency by wet-blue leather also has resistance to washing.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/96481
Arquivos Descrição Formato
000912430.pdf (4.056Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.