Repositório Digital

A- A A+

Os investimentos externos diretos chineses para o Brasil no século XXI : desafios e oportunidades

.

Os investimentos externos diretos chineses para o Brasil no século XXI : desafios e oportunidades

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os investimentos externos diretos chineses para o Brasil no século XXI : desafios e oportunidades
Autor Santos, Leandro Teixeira dos
Orientador Milan, Marcelo
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais.
Assunto Brasil
China
Investimento estrangeiro
Relações internacionais
[en] Foreign direct investment
Resumo A China está se transformando em uma das principais origens mundiais de Investimentos Externos Diretos (IEDs). No Brasil, os Investimentos Externos Diretos Chineses (IEDCs) têm aumentado desde os primeiros anos deste século, registrando grande elevação principalmente a partir de 2010. Os IEDCs no Brasil são investimentos realizados notadamente por Empresas de Propriedade Estatal (EPEs), principalmente Propriedade Estatal Central (EPECs), cujas principais modalidades de entrada são greenfield e fusões e aquisições. Estes investimentos são determinados pela busca de mercados e recursos naturais e estão concentrados na região Sudeste do país. Esse ganho de relevância do Brasil enquanto destino dos IEDCs motivou a presente pesquisa a responder a seguinte questão: Como o Brasil tem se posicionado, nesse início de século, frente aos Investimentos Externos Diretos Chineses para o país? Tem-se como resultado preliminar que o Brasil pode elevar a entrada desses investimentos e possivelmente os seus transbordamentos tecnológicos, compatibilizando seus interesses econômicos e geopolíticos com os chineses. Porém, parece necessário ao Brasil resolver os aspectos conjunturais e estruturais do crescimento do país que entravam as entradas dos investimentos chineses e de outras nações.
Abstract China has become one of the main worldwide sources of Foreign Direct Investment (FDI). In Brazil, Chinese Foreign Direct Investments (CFDI) have increased since the beginning of this century, presenting a higher rate of growth starting in the 2010s. CFDIs in Brazil are investments performed by State-Owned Enterprises (SOEs), especially Central State-Owned Enterprises (CSOEs), whose main entry strategy are greenfield, and mergers & acquisitions. Those investments are guided by the search for markets and natural resources and are concentrated in the Brazilian Southeast. This increased relevance of Brazil as CFDIs destination motivated this research to find answers to the following question: How has Brazil stood, in this century, in terms of Chinese Foreign Direct Investments flowing into the country? Preliminary results show that Brazil can increase the entry these investments and possibly their technological spillovers, harmonizing economic and geopolitical interests with the Chinese. However, it seems necessary to Brazil to solve the cyclical and structural aspects of its growth which discourages the entries of Chinese investments and from other Nations.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/96684
Arquivos Descrição Formato
000914641.pdf (2.560Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.