Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento humano e a importância das habilidades não cognitivas para a educação : uma análise conceitual das políticas de avaliação educacional no Brasil

.

Desenvolvimento humano e a importância das habilidades não cognitivas para a educação : uma análise conceitual das políticas de avaliação educacional no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento humano e a importância das habilidades não cognitivas para a educação : uma análise conceitual das políticas de avaliação educacional no Brasil
Autor Oliveira, Raphael Gomes de
Orientador Comim, Flavio Vasconcellos
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Avaliação educacional
Brasil
Desenvolvimento humano
Economia da educação
Política educacional
[en] Education
[en] Educational assessment
[en] Heckman
[en] Human capital
[en] Human development
[en] Non-cognitive skills
[en] Nussbaum
Resumo O presente trabalho tem como objetivo fazer uma reflexão conjunta sobre a educação na ótica do desenvolvimento humano e as políticas de avaliação da educação vigentes no Brasil. Para tal, está divido em cinco seções: uma introdução com a contextualização da discussão teórica; a segunda, resumindo o modelo e as evidências dadas dentro do arcabouço analítico de Heckman, (que foca na importância das habilidades não cognitivas para o desempenho escolar e sua interação com as habilidades cognitivas). A terceira seção é dedicada à visão de educação no trabalho de Nussbaum, que trabalha com uma visão mais ampla de educação, focada no conceito de habilidades não cognitivas. Na quarta parte, examina-se a evolução das políticas educacionais brasileiras, com o foco na questão avaliativa e introduz-se alguns elementos críticos à luz do marco de desenvolvimento humano estabelecido. Por fim concluiu-se.
Abstract The objective of this dissertation is to jointly examine the meaning of education from a human development perspective in association with the evolution of the Brazilian educational assessment policies. Within this context, it is divided into five parts. After the introduction it examines Heckman’s model and its empirical evidences (where the importance of non cognitive skills for schooling and its relation with cognitive skills is highlighted). The third part delves into Nussbaum work and her arguments for non cognitive dimensions of education. The forth part critically analyses the evolution of educational assessment in Brazil. Then, it concludes.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/96699
Arquivos Descrição Formato
000916228.pdf (1.315Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.