Repositório Digital

A- A A+

Agendas de segurança do Brasil e dos Estados Unidos da América para o entorno estratégico brasileiro

.

Agendas de segurança do Brasil e dos Estados Unidos da América para o entorno estratégico brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Agendas de segurança do Brasil e dos Estados Unidos da América para o entorno estratégico brasileiro
Autor Mattos, Fernando Preusser de
Orientador Duarte, Érico Esteves
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Relações internacionais
[en] Brazilian foreign policy
[en] Brazilian strategic interest surrounding area
[en] Brazil-United States relations
[en] International security participation
[en] National defense policy
[en] Regional hegemony
[en] Regional integration
[en] Regional security
Resumo O objetivo do presente trabalho consiste em analisar as atuais agendas de segurança do Brasil e dos Estados Unidos da América para a América do Sul e para o Atlântico Sul, as regiões consideradas prioritárias para os interesses brasileiros e que compõem o entorno estratégico brasileiro segundo os principais documentos de defesa do Brasil. Em um primeiro momento, discute-se a definição oferecida pelos documentos de defesa e pelo pensamento estratégico brasileiro contemporâneo para os conceitos de entorno estratégico brasileiro ou entorno geopolítico imediato. Em seguida, discute-se a condição de hegemonia regional pelos EUA segundo Mearsheimer (2001) e as implicações dela decorrentes para as regiões compreendidas como prioritárias para os interesses externos do Brasil. Analisam-se em seguida as atuais agendas de segurança – compreendidas como as prioridades de defesa e política externa – do Brasil e dos Estados Unidos da América para as vertentes continental e marítima do entorno estratégico brasileiro. As ambiguidades decorrentes da condição dos EUA como um interlocutor onipresente dos processos de formulação e condução da política externa brasileira, ao mesmo tempo impondo limites à atuação autônoma do Brasil na região e possibilitando sua atuação como free-rider em termos de segurança são discutidas à luz do debate acerca da inserção internacional do Brasil e do seu papel na política regional.
Abstract The aim of this monograph consists in analyzing the current security agendas of Brazil and the United States of America to South America and South Atlantic, both regions considered to be a priority to Brazilian national interests and part of the Brazilian strategic interest surrounding area. First we discuss the definition offered by the core national defense documents and the contemporary Brazilian strategic thinking to the concepts of Brazilian strategic interest surrounding area and immediate geopolitical surrounding area. The United States’ regional hegemony according to Mearsheimer (2001) and its implications for those regions are discussed next. We then analyze defense and foreign policy priorities from Brazil and the United States in those two areas. Moreover, the ambiguities resulting from the condition of the United States as an omnipresent interlocutor of Brazilian foreign policy, while also limiting the autonomy in the region and enabling Brazil to act as a security free-rider, are addressed throughout this monograph alongside the debate about Brazil’s regional role and international participation.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96711
Arquivos Descrição Formato
000917411.pdf (408.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.