Repositório Digital

A- A A+

O Brasil na cooperação sul-sul : a cooperação técnica como instrumento da política externa para a América do Sul

.

O Brasil na cooperação sul-sul : a cooperação técnica como instrumento da política externa para a América do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O Brasil na cooperação sul-sul : a cooperação técnica como instrumento da política externa para a América do Sul
Autor Boscaini, Bruna Ongaratto
Orientador Castro, Henrique Carlos de Oliveira de
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Relações internacionais
[en] Brazil
[en] Foreign policy
[en] International technical cooperation
[en] South-America
[en] South-South cooperation
Resumo A presente monografia tem como objetivo estudar a relação entre a cooperação técnica e a política externa vigente no caso específico da América do Sul. Para tanto, parte-se do pressuposto de que a cooperação técnica é entendida pelo governo brasileiro como um instrumento de sua política externa, conforme demonstram documentos e pronunciamentos oficiais. A primeira parte do trabalho trata do surgimento e da consolidação do Sul como um ator relevante do sistema internacional. Em seguida, aborda-se o histórico das atividades de cooperação estabelecidas entre os países do Sul, para, então, discutir-se a cooperação técnica como forma específica de cooperação Sul-Sul. O segundo capítulo apresenta a inserção do Brasil na cooperação Sul-Sul e contempla a política externa brasileira para a América do Sul ao longo das últimas décadas. Por fim, são utilizados dados da cooperação do Brasil com a América do Sul e a política externa para a região, a fim de verificar se a cooperação técnica, como se propõe oficialmente, está, de fato, alinhada à importância conferida a América do Sul na política externa brasileira. A principal conclusão é que a política de cooperação técnica do Brasil com os demais países da América do Sul está aquém do protagonismo defendido em documentos e pronunciamentos oficiais.
Abstract This paper is aimed at studying the coordination between technical cooperation and the existing foreign policy in the specific case of South America. As such, it begins with the assumption that technical cooperation is seen by the Brazilian government as an instrument of its foreign policy, as shown in official documents and statements. The first section of the paper deals with the rise and consolidation of the South as a very relevant player in the international system. Next, it approaches the history of cooperation initiatives established between Southern nations, moving on to then discuss technical cooperation in the specific sense of South-South cooperation. The second chapter presents the insertion of Brazil within this South-South cooperation and Brazilian foreign policy concerning South America over the past few decades. Lastly, secondary data is used on the cooperation of Brazil with South America and the foreign policy relative to the region, in order to substantiate whether technical cooperation, as officially proposed, is in fact aligned with the importance given to South America in Brazilian foreign policy. The leading conclusion is that Brazil’s technical cooperation policy concerning other nations of South America is lacking in the pragmatism so defended in official documents and statements.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96713
Arquivos Descrição Formato
000917414.pdf (815.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.