Repositório Digital

A- A A+

Sorvete de flocos : uma mistura heterogênea? o uso do cotidiano no ensino de Ciências

.

Sorvete de flocos : uma mistura heterogênea? o uso do cotidiano no ensino de Ciências

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sorvete de flocos : uma mistura heterogênea? o uso do cotidiano no ensino de Ciências
Autor Lima, Isadora Ferreira da Costa
Orientador Kindel, Eunice Aita Isaia
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Licenciatura.
Assunto Ensino de ciências
Metodologia do ensino
[en] Case study
[en] Everyday life
[en] Science teaching
Resumo Em função do distanciamento do conteúdo e do comum a vida dos alunos, ouve-se muitas vezes: Para que preciso saber isso? Não vou usar isso na minha vida. No ensino em Ciências além dos professores exemplificarem poucos conceitos, não são feitas associações que podem ser correlacionadas com o dia a dia dos alunos. Para este trabalho utilizou-se o Estudo de Caso, dentro de uma abordagem qualitativa de pesquisa, com o objetivo de analisar se o uso do cotidiano em sala de aula influencia no aprendizado escolar. Para a realização do estudo, foram feitas inserções pedagógicas com turmas de oitavo ano, divididas em dois grupos: no primeiro o conteúdo ministrado em aula foi contextualizado com o cotidiano do aluno; no segundo não. Após a análise dos acontecimentos em ambos os grupos, percebeu-se que o primeiro apresentou mais questionamentos durante a inserção e respostas mais amplas a uma questão apresentada ao final da aula. Portanto, argumenta-se que possivelmente uma prática pedagógica que esteja mais vinculada à realidade dos estudantes será mais significativa e propiciará mais aprendizado. Entretanto, baseados nas respostas, não é possível inferir qual dos alunos aprendeu mais, embora seja perceptível que a aula com a inserção vinculada ao cotidiano gerou uma compreensão mais ampliada sobre a temática abordada.
Abstract Due to the distance of the school content from the ordinary life of students, one hears often: Why do I need to know this? I will not use that in my life. In science teaching, apart from teachers exemplifying few concepts, associations that can be correlated with the daily lives of students are not made. For this work, we used case studies, from a qualitative research approach, aiming to analyze if the use of everyday experiences in the classroom influences on school learning. For the study, pedagogical insertions were made in eighth grade classes, divided into two groups: in the first, the contents taught in class were contextualized with everyday experiences of students; in the second, that was not done. After the analysis of these events in both groups, it was noticed that the first one had more questions during the insertion and broader answers to a question posed at the end of the lesson. Therefore, it is argued that a pedagogical practice that is more connected to students’ reality will possibly be more meaningful and will provide more learning. However, based on the responses, it is not possible to infer which students learned more, although it is noticeable that the classes with the insertion linked to their daily lives generated a broader understanding of the theme.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96774
Arquivos Descrição Formato
000919213.pdf (216.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.