Repositório Digital

A- A A+

Acompanhamento dos desfechos clínicos no primeiro ano de vida de prematuros

.

Acompanhamento dos desfechos clínicos no primeiro ano de vida de prematuros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Acompanhamento dos desfechos clínicos no primeiro ano de vida de prematuros
Outro título Resultados clínicos en el primer año de vida del prematuro
Outro título Clinical outcomes in the first year of life of premature infants
Autor Nunes, Cristiane Raupp
Abdala, Leticia Gabriel
Beghetto, Mariur Gomes
Resumo O estudo investigou desfechos clínicos do primeiro ano de vida de prematuros egressos da Unidade de Terapia Neonatal (UTIN), a partir de dados da mortalidade, reinternação e do desenvolvimento motor destas crianças. Tratou-se de uma pesquisa de coorte retrospectiva. A amostra foi composta 170 de crianças, com idade gestacional menor que 37 semanas, que sobreviveram à internação na UTIN. Os dados foram coletados dos prontuários, do sistema informatizado do hospital e de entrevista telefônica com o responsável pela criança. Observou-se 100% de sobrevida no período estudado, 39,4% dos RN apresentaram reinternações hospitalares, frequentemente (26,5%) por afecções respiratórias. Quanto ao desenvolvimento, verificou-se que, utilizando-se a idade corrigida, foi considerado dentro do esperado. Ao término deste estudo, concluiu-se que os prematuros dos estudos apresentaram boa evolução clínica de observação proposta.
Resumen En este estudio se investigaron los resultados clínicos de los primeros años de vida en los recién nacidos prematuros dados de alta de la Unidad de Cuidados Neonatales (UCIN) de los datos de mortalidad, de la readmisión y el desarrollo motor de los niños. Se realizó un estudio retrospectivo de cohortes. La muestra consistió en 170 niños con edad gestacional inferior a 37 semanas que sobrevivieron a la hospitalización en la UCIN. Los datos se obtuvieron de los registros médicos y el hospital sistema de TI y entrevista telefónica con el cuidador. Se observó 100% de supervivencia durante el período de estudio, el 39,4% de los niños tenía reingresos con frecuencia (26,5%) debido a enfermedades respiratorias. En cuanto al desarrollo, se encontró que el uso de la edad corregida se consideró como dentro de lo esperado. Al final de este estudio, se concluyó que el prematuro de los estudios mostró buena evolución clínica de observación propuesta.
Abstract The aim of this retrospective cohort study was to investigate clinical outcomes of the first year of life of premature infants discharged from the Neonatal Intensive Care Unit (NICU) based on mortality and readmission data, and the motor development of the children. The sample consisted of 170 children with gestational age under 37 weeks and who survived hospitalization in neonatal intensive care unit (NICU). Data were collected from medical records, the hospital IT system and telephone interview with the caregiver. The authors found 100% survival during the study period and that 39.4% of the infants were often readmitted (26.5%) due to respiratory conditions. Their development was considered as expected, when using the corrected age. In conclusion, the premature infants from this study showed good clinical evolution of the proposed observation.
Contido em Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre. Vol. 34, n. 4 (dez. 2013), p. 21-27
Assunto Prematuro
Recém-nascido de muito baixo peso
Unidades de terapia intensiva neonatal
[en] Infant, premature
[en] Infant, very low birth weight
[en] Intensive care units, neonatal
[es] Recién nacido de muy bajo peso
[es] Unidades de cuidados intensivos neonatal
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/96805
Arquivos Descrição Formato
000914954.pdf (319.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.