Repositório Digital

A- A A+

Detecção dos genes codificantes da toxina CDT e pesquisa de fatores que influenciam a produção de hemolisinas por amostras de Campylobacter jejunide de origem avícola

.

Detecção dos genes codificantes da toxina CDT e pesquisa de fatores que influenciam a produção de hemolisinas por amostras de Campylobacter jejunide de origem avícola

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Detecção dos genes codificantes da toxina CDT e pesquisa de fatores que influenciam a produção de hemolisinas por amostras de Campylobacter jejunide de origem avícola
Autor Trindade, Michele Martins
Orientador Nascimento, Vladimir Pinheiro do
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Atividade hemolítica
Aves : Doenças
Sanidade avícola
[en] Campylobacter jejuni
[en] Chelants
[en] Hemolytic activity
[en] Ions
[en] PCR
Resumo Membros termofílicos do gênero Campylobacter são reconhecidos como importantes enteropatógenos para o ser humano e animais. A grande diversidade ecológica destes microorganismos em diferentes habitats tais como: água, animais e alimentos predispõem ao aparecimento de novos fatores de virulência. Este trabalho teve por objetivo detectar os genes codificantes da Toxina Distensiva Citoletal (CDT) por meio da técnica de PCR, pesquisar a atividade de hemolisinas e a influência de soluções quelantes e de íons nesta atividade. Foram utilizadas 45 amostras de C. jejuni de origem avícolas para pesquisa de atividade hemolítica, cultivadas em Caldo Triptona de Soja (TSB). Após o crescimento bacteriano, as amostras foram semeadas em Ágar tríptico de soja (TSA) contendo 5% de sangue de ovino, equino e bovino, sendo cada sangue testado isoladamente. Para verificar a influência de agentes quelantes e solução de íons na atividade hemolítica, as amostras de C. jejuni foram cultivadas em TSB contendo separadamente os quelantes EDTA, ácido acético, soluções de íons CaCl2 , MgCl2 e FeCl3, em atmosfera de microaerofilia. Quanto à atividade de hemolisina de Campylobacter jejuni em placas de TSA – sangue, foi possível observar que houve hemólises em 48,89% das amostras quando utilizado sangue eqüino, em 40% em sangue de bovino e em 31,11% quando de ovino. Quanto à influência de agentes quelantes e íons em caldo TSB na atividade de hemolisinas em amostras de Campylobacter jejuni semeadas em placas de TSA – sangue ovino, foi observada atividade hemolítica em 26,67% quando utilizado CaCl2, 15,55% (FeCl3), 22,22% (EDTA), 11,11% (MgCl2) e apenas 2,22% (ácido acético). No tocante à atividade hemolítica, o TSA - sangue bovino apresentou 15,55% (CaCl2), 24,44% (FeCl3), 26,26% (EDTA), 20% (MgCl2) e 11,11% (ácido acético). A atividade hemolítica para o sangue equino foi de 24,44% (CaCl2), 22,22% (FeCl3), 28,89% (EDTA), 28,89% (MgCl2) e 8,89% (ácido acético). Para detecção dos genes cdtA, cdtB e cdtC através da técnica da Reação da Polimerase em Cadeia (PCR), foram utilizadas 119 amostras de C. jejuni de origem avícolas. Foi possível observar que 38% possuíam os três genes, e foram identificados somente os genes cdtA e cdtC em 19% do total de amostras, sendo que o gene cdtB foi encontrado em 14%, o gene cdtC foi observado em 12%, os genes cdtA e cdtB em somente 1%, os genes cdtB e cdtC em 1% e para cdtA em 1%. Observou-se que os resultados são dignos de atenção, pois demonstraram em amostras avícolas a presença de estirpes de C. jejuni com potencial virulento. A atividade hemolítica apresentou significativo aumento quando utilizado sangue de origem equina. A mesma foi diminuída quando utilizados agentes quelantes ou íons, nos três tipos de sangue.
Abstract Thermophilic members of the Campylobacter genus are recognized as important enteropathogenics for humans and also for other animals. The great diversity of ecological habitats in different organisms such as water, food, and animals may promote new virulence factors. This study aimed at detecting the distending cytolethal toxin (CDT) encoding genes by PCR, studying the activity of hemolysin and also the influence of chelation solutions and ions. A total of 45 samples of C. jejuni from poultry origin, grown in Tryptone Soy Broth (TSB) were used for investigating hemolytic activity. After bacterial growth, samples were plated on Tryptic Soy Agar (TSA) containing 5% sheep, equine or bovine blood, being each blood tested individually. In order to check the influence of chelation agents and ions solution on the hemolytic activity, samples of C. jejuni strains were grown in TSB containing chelation agents individually: EDTA, acetic acid, CaCl2 ion, MgCl2 and FeCl3 solutions, all in microaerophilic atmosphere. Regarding the detection of Campylobacter jejuni hemolysin activity on TSA plates, blood hemolysis were observed in 48.89 % of samples when equine blood was used; in 40% of samples when bovine blood was used and in 31.11 % when the blood used was of sheep origin. The influence of ions and chelation agents in hemolysin activity in TSB when Campylobacter jejuni was plated on TSA with sheep blood can be described as: hemolytic activity was observed at 26.67% of samples when CaCl2 was used, at 15.55 % for FeCl3, 22 22 % for EDTA, 11.11 % for MgCl2 and only 2.22% when acetic acid was used. The hemolytic activity detected when bovine blood - TSA was used indicated 15.55% for CaCl2, 24.44% for FeCl3, 26.26 % for EDTA, 20 % for MgCl2 and 11.11% for acetic acid. In terms of the hemolytic activity when equine blood was used, the results indicated 24.44% for CaCl2, 22.22 % for FeCl3, 28.89 % for EDTA, 28.89 % for MgCl2 and 8.89% for acetic acid. Finally, regarding the detection of cdtA, cdtB and cdtC through PCR, 119 samples of C. jejuni from poultry origin were used. The results indicated that all three genes were present in 38 % of the samples, whereas only two genes were identified in 19 % of samples, while the cdtB gene was singly found in 14%, the cdtC gene was independently observed in 12%, cdtA and cdtB genes together were found in 1% of the samples; the cdtB and cdtC genes associated were detected in 1%, while cdtA alone answered for 1% of detections. The results also showed the presence of C. jejuni strains with virulence potential. The hemolytic activity increased significantly when blood of equine origin was used, and that this activity was reduced when ions or chelating agents were used in combination with the three types of blood cells.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/96913
Arquivos Descrição Formato
000919908.pdf (1.300Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.