Repositório Digital

A- A A+

A influência da cirrose hepática pelo vírus da hepatite c sobre o consumo máximo de oxigênio, a capacidade funcional e a qualidade de vida

.

A influência da cirrose hepática pelo vírus da hepatite c sobre o consumo máximo de oxigênio, a capacidade funcional e a qualidade de vida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A influência da cirrose hepática pelo vírus da hepatite c sobre o consumo máximo de oxigênio, a capacidade funcional e a qualidade de vida
Autor Vieira, Rodrigo Casales da Silva
Orientador Dias, Alexandre Simões
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Cirrose hepática
Consumo de oxigênio
Qualidade de vida
[en] Functionality
[en] Liver cirrhosis
[en] Quality of life
Resumo Introdução: A cirrose é uma hepatopatia crônica e progressiva que constitui um estágio irreversível ou lentamente reversível de disfunção hepática, caracterizada pela formação de nódulos de fibrose no tecido hepático. Investigações devem ser realizadas para avaliar essa população a fim de que se tenha um diagnóstico mais preciso dos efeitos da doença sobre a função cardiopulmonar, a funcionalidade e a qualidade de vida desses indivíduos. Objetivo: Investigar a influência da cirrose hepática pelo vírus da hepatite C (VHC) no consumo máximo de oxigênio (VO2max.), a capacidade funcional e a qualidade de vida em indivíduos cirróticos. Materiais e métodos: Foram avaliados 36 indivíduos(18 cirróticos e 18 controles) de ambos os sexos, maiores de 18 anos. Foram avaliados e comparados entre os grupos, o consumo máximo de oxigênio através da ergoespirometria em bicicleta, a capacidade funcional pelo teste de caminhada de seis minutos e pelo time up and go test, a força do aperto de mão, a antropometria e a qualidade de vida. Foram feitas correlações em pacientes cirróticos, entre a força do aperto de mão e o VO2max e o TC6, o VO2max e o teste de caminhada de 6 minutos e a qualidade de vida e o TC6. Resultados: Os grupos doença e controle foram pareados pelo sexo e pela idade, não havendo diferença significativa entre os grupos quanto à idade e o sexo. Não foram encontradas diferenças significativas entre cirróticos e controles quanto ao Time Up And Go Test. Quanto ao Teste de Caminhada de Seis Minutos a distância percorrida foi significativamente menor nos cirróticos em comparação aos controles. Não houve diferença entre os grupos para a distância percorrida predita para cirróticos e controles. Não foi encontrada diferença para a força do aperto de mão (HGS) entre cirróticos e controles. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos para avaliação antropométrica em nenhum dos itens que a contemplam. Na avaliação da qualidade de vida foram encontradas diferenças significativas entre os grupos para todos os seus domínios. O consumo máximo de oxigênio VO2max apresentou valores inferiores no grupo doença. Houveram correlações em pacientes cirróticos entre a capacidade funcional e o VO2max. e a qualidade de vida. Conclusão: Foram encontradas diferenças entre cirróticos e controles quanto ao VO2max., a capacidade funcional e a qualidade de vida. As correlações encontradas nesse estudo devem ser exploradas em novas pesquisas envolvendo esses pacientes.
Abstract Introduction: Cirrhosis is a chronic progressive liver disease is a slowly reversible or irreversible stage of liver dysfunction, characterized by the formation of nodules of fibrosis in liver tissue. investigations should be performed to evaluate this population so that it has a more accurate diagnosis of disease effects on cardiopulmonary function, functionality, and quality of life of these individuals. Objective: To investigate the influence of liver cirrhosis due to hepatitis C virus (HCV) on maximal oxygen consumption (VO2máx.), functional capacity and quality of life in individuals with cirrhosis. Materials and methods: We evaluated 36 patients (18 cirrhotic patients and 18 controls) of both sexes, aged 18 years. Were evaluated and compared between groups, the maximal oxygen uptake by cardiopulmonary exercise test on bicycle, on functional capacity by testing six-minute walk and the time up and go test, the strength of the handgrip, anthropometry and quality of life. Correlations were in cirrhotic patients, between the strength of the handshake and VO2max and 6MWT, VO2max test and 6-minute walk and the quality of life and 6MWT. Results: The disease and control groups were matched by sex and age, no significant difference between groups with respect to age and sex. No significant differences were found between cirrhotic patients and controls regarding Time Up And Go Test. How to Walk Test Six Minutes distance traveled was significantly lower in cirrhotic patients compared to controls. There was no difference between groups for the distance predicted for cirrhotic patients and controls. No difference was found for the strength of the handgrip (HGS) between cirrhotic patients and controls. No significant differences were found between groups in anthropometric assessment in any of the items that come. In assessing the quality of life were significant differences between groups for all domains. The maximal oxygen consumption VO2max values were lower in the disease group. There were correlations in cirrhotic patients between functional capacity and VO2max. and quality of life. Conclusion: We found differences between cirrhotic patients and controls regarding VO2max., Functional capacity and quality of life. The correlations found in this study should be explored in further studies involving these patients.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/96915
Arquivos Descrição Formato
000919920.pdf (1.685Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.