Repositório Digital

A- A A+

Postharvest quality of peaches harvested from integrated and conventional production systems

.

Postharvest quality of peaches harvested from integrated and conventional production systems

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Postharvest quality of peaches harvested from integrated and conventional production systems
Autor Seibert, Eduardo
Casali, Michel Elias
Leão, Marcos Laux de
Pezzi, Ernani
Corrent, Adriana Regina
Bender, Renar João
Resumo A qualidade pós-colheita de pêssegos 'Marli', cultivados nos sistemas de produção integrada (PIF) ou convencional (PCF), foi avaliada durante três anos consecutivos. Os pêssegos foram colhidos em duas áreas distintas, em pomares comerciais, no Município de São Jerônimo, RS, e foram armazenados a 0,5ºC por 10, 20 ou 30 dias. Os pêssegos foram avaliados na colheita, nas retiradas do armazenamento e após os períodos de amadurecimento a 20ºC. Não foram observadas diferenças na perda de peso entre os sistemas de produção. A ocorrência média de podridões foi baixa e sem diferenças entre os sistemas em 2001 e 2002, mas em 2000, os pêssegos da PCF apresentaram mais podridões. A firmeza da polpa foi superior nos pêssegos da PIF em 2000 e 2001. Em 2002, a firmeza pouco variou durante a armazenagem e o amadurecimento. Pêssegos da PIF apresentaram, em 2000, menores teores de sólidos solúveis e maior acidez titulável. Em 2000, observou-se escurecimento de polpa em frutos com podridões, sempre no amadurecimento após 20 ou 30 dias em frio. Danos por frio na forma de escurecimento, lanosidade e retenção de firmeza ocorreram em 2002. Não ocorreram diferenças entre os sistemas de produção quanto à qualidade dos pêssegos.
Abstract Over three years the postharvest quality of 'Marli' peaches harvested from the integrated (IFP) and conventional production (CFP) systems was evaluated. The peaches were harvested from commercial orchards of Prunus persica at two locations close to the city of São Jerônimo, RS, Brazil, and stored at 0.5°C for 10, 20 or 30 days. The peaches were evaluated at harvest, at retrieval from storage and after ripening periods at 20°C. No differences in fruit weight losses were determined. Decay incidence was low, and no differences were detected amongst systems in both 2001 and 2002 seasons, but in the 2000 season CFP peaches were more decayed. Flesh firmness of peaches from the IFP system were greater than CFP fruits in the years 2000 and 2001. In 2002, firmness changed little during storage and ripening. Peaches from the IFP in 2000 had higher titratable acidity and lower soluble solids. In the 2000 season, flesh browning was observed in decayed fruits, always at ripening after 20 or 30 days of cold storage Chilling injuries such as browning, woolliness and leatheriness ocurred in 2002. There were no differences amongst systems related to peach quality.
Contido em Pesquisa Agropecuária Brasileira: 1977. Brasília. Vol. 42, n. 6 (jun. 2007), p. 793-801
Assunto Pêssego
Pós-colheita
Sistema de produção
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/97044
Arquivos Descrição Formato
000638119.pdf (974.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.