Repositório Digital

A- A A+

Reconhecimento, teoria crítica e sociedade : sobre desenvolvimento da obra de Axel Honneth e os desafios da sua aplicação no Brasil

.

Reconhecimento, teoria crítica e sociedade : sobre desenvolvimento da obra de Axel Honneth e os desafios da sua aplicação no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reconhecimento, teoria crítica e sociedade : sobre desenvolvimento da obra de Axel Honneth e os desafios da sua aplicação no Brasil
Outro título Recognition, critical theory and society : on the development of Axel Honneth’s work and the challenges to its practical application in Brazil
Autor Rosenfield, Cinara Lerrer
Saavedra, Giovani Agostini
Resumo O artigo propõe traçar a evolução da Teoria do Reconhecimento através da obra de seu autor, Axel Honneth, e apresentar sua recepção no Brasil acompanhada de suas críticas e interpretações. Na primeira parte do artigo é apresentado o conjunto da obra do autor, buscando evidenciar sua evolução interna e os diálogos que Honneth estabelece com seus antecessores. Na segunda parte, discute-se a pertinência, abrangência ou adaptabilidade da Teoria do Reconhecimento a partir de dois pontos principais apontados pelas diversas interpretações da obra do autor: 1) a concepção individualista da autonomia e as suas implicações sobre o entendimento do papel da ação coletiva na luta pelo reconhecimento; 2) as dificuldades de operacionalização teórico-metodológica do seu sistema conceitual em estudos empíricos, e ainda associadas aos parâmetros cívicos europeus, ou mesmo alemães, sobre os quais o autor constrói sua noção de normatividade. Como será desenvolvido, esses temas se encontram articulados entre si e explorados pelos diferentes artigos que compõem o presente dossiê.
Abstract The article aims to outline the development of the Theory of Recognition through the work of its author, Axel Honneth, and to present its reception in Brazil, as well as the criticism and interpretations of this theory. The first part of the article presents the author’s body of work seeking to unveil its inner evolution and the dialogues established by Honneth with his predecessors. In the second part, we discuss the relevance, comprehensiveness or suitability of the Theory of Recognition from two main points highlighted by the various interpretations of the author’s work: 1) the individualistic conception of autonomy and its implications on the understanding of the role of collective action in the struggle for recognition; 2) the difficulties regarding both theoretical and methodological operationalization of its conceptual framework within empirical studies, and its association to European, or even German, civic paradigms upon which the author builds his notion of normativity. The article concludes by showing how these themes are articulated and explored by the various works that comprise this dossier.
Contido em Sociologias. Porto Alegre. Vol. 15, n. 33 (maio/ago. 2013), p. 14-54
Assunto Honneth, Axel 1949-.
Teoria do reconhecimento
[en] Autonomy
[en] Criticism and interpreations
[en] Empirical studies
[en] Evolution of the theory of recognition
Origem Nacional
Tipo Texto de apresentação/encerramento
URI http://hdl.handle.net/10183/97145
Arquivos Descrição Formato
000918658.pdf (252.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.