Repositório Digital

A- A A+

Infecção por chlamydia trachomatis em gestantes atendidas na maternidade da Fundação Santa Casa de Misericórida do Pará : prevalência e fatores associados

.

Infecção por chlamydia trachomatis em gestantes atendidas na maternidade da Fundação Santa Casa de Misericórida do Pará : prevalência e fatores associados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Infecção por chlamydia trachomatis em gestantes atendidas na maternidade da Fundação Santa Casa de Misericórida do Pará : prevalência e fatores associados
Autor Vaz, Jorge Oliveira
Orientador Ramos, José Geraldo Lopes
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Chlamydia trachomatis
Doenças sexualmente transmissíveis
Gestantes
Infecções por Chlamydia
Pará
Prevalência
[en] Antenatal
[en] Chlamydia trachomatis
[en] Infection
[en] Prematurity
[en] Prevalence
[en] STIs
Resumo A Chlamydia trachomatis é um patógeno causador de doenças sexualmente transmissíveis (DST). Esse agente afeta significativamente a saúde sexual e reprodutiva de mulheres, estando relacionado à esterilidade em número bastante significativo,sendo também responsável por desfechos em gestantes acometidaspor DSTs no Brasil e no mundo. Apesar da sua alta prevalência, muito pouco se sabe sobre a distribuição de genótipos de Chlamydiatrachomatis. Este estudo teve como objetivo estimar a prevalência e os fatores associados à infecção causada por esse patógeno em gestantes admitidas na Maternidade da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará. O estudo constou de uma amostra mínima de 363 gestantes atendidas por demanda espontânea, sendo incluídas na amostra o excedente de 32 gestantes totalizando 395 gestantes,em um período da coleta de 3 meses. Foram aplicados testes Qui-quadrado para verificação de associações entre as variáveis selecionadas para ump<0,05 como estatisticamente significativo. A prevalência de infecção porChlamydiafoi de 9,11%. A infecção porChlamydianão se associou à idade(p = 0,826),à realização de consulta pré-natal (p = 0,451),à presença de HIV (p = 0,379)ao exame VDRL(p = 0,344) ou à prematuridade (p = 0,229). O estudo mostra alta prevalência de infecção por Chlamydiatrachomatis em gestantes. A infecção urogenital por Chlamydia trachomatis representa uma importante causa de morbidade perinatal, que pode ser adequadamente tratada por antibioticoterapia durante a gestação. A prevalência da infecção mostrou-se também superior às obtidas em outras populações de gestantes, sendo o Estado do Pará considerado de alta prevalência para a infecção. Fatores de risco para DSTs, como baixa idade, ausência de parceiro fixo e concomitância com outras DSTs apresentam-se importantes também dentro do quadro da infecção por Chlamydia trachomatis.
Abstract Chlamydia trachomatis is a pathogen that causes sexually transmitted infections (STIs). This agent significantly affects the sexual and reproductive health of women, and is related to sterility in a rather significant number of cases. It is also responsible for outcomes in pregnant women who have STIs in Brazil and worldwide. Despite its high prevalence, very little is known about the distribution of Chlamydia trachomatis genotypes. The objective of this study was to estimate the prevalence and factors associated with infection caused by this pathogen in pregnant women admitted to the Maternity Department at Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, in the state of Pará. Sample of 363 pregnant women seen due to spontaneous demand, and the sample included the surplus of 32 pregnant women, to a total of 395 pregnant women in a 3-month collection period. Chi-Square tests were applied to verify the associations between the variables selected for a p < 0.05 as statistically significant. The prevalence of Chlamydia infection was 9.11%. The result of Chlamydiawas not associated with age (p = 0.826), antenatal visit (p = 0.451), presence of HIV (p = 0.379) VDRL test (p = 0.344) and with prematurity (p = 0.229). The study shows a high prevalence of infection due to Chlamydiatrachomatis in pregnant women. Urogenital infection due to Chlamydia trachomatis is a major cause of perinatal morbidity, which can be treated by antibiotics during pregnancy. The prevalence of infection also proved superior to those obtained in other populations of pregnant women, and the state of Pará is considered a place with a high prevalence of the infection. Risk factors for STIs, such as young age, absence of a fixed partner and concomitance with other STIs are also important in the picture of infection by Chlamydia trachomatis.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/97197
Arquivos Descrição Formato
000920257.pdf (886.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.