Repositório Digital

A- A A+

Comunicação da morte em uma unidade de terapia intensiva pediátrica : entendimento e realidade

.

Comunicação da morte em uma unidade de terapia intensiva pediátrica : entendimento e realidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comunicação da morte em uma unidade de terapia intensiva pediátrica : entendimento e realidade
Autor Cervantes, Luiz Fernando Longhi
Orientador Carvalho, Paulo Roberto Antonacci
Co-orientador Rocha, Cristianne Maria Famer
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Compreensão
Comunicação
Morte
Unidades de terapia intensiva pediátrica
[en] Children
[en] Communication barriers
[en] News
[en] Pediatrics
Resumo O objetivo deste estudo é analisar as informações fornecidas por profissionais envolvidos durante a morte e como compreenderam as suas próprias ações no momento de comunicação da morte. É assim, visando esse objetivo acima citado, que este trabalho pretende responder à questão de quais foram as preocupações dos profissionais médicos, numa unidade de terapia intensiva, ao depararem-se com a comunicação de óbito aos familiares de pacientes internados. As informações foram obtidas através de pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa, após entrevistas semiestruturadas conduzidas aos profissionais que forneceram a comunicação, durante o período de três meses no ano de 2013. A análise das entrevistas e de seus respectivos conteúdos proporcionou a divisão em duas categorias – Compreensão da Notícia e Limitação da Medicina/Proximidade da Morte. Ambas as categorias proporcionaram intensa análise e comparação com referências bibliográficas sobre como esses momentos eram encarados em diversos aspectos: médicos, psíquicos, filosóficos e até mesmo religiosos. Podemos, sob o aspecto subjetivo que é inerente a esta pesquisa, perceber que nos momentos finais da vida os pediatras selecionados neste trabalho preocuparam-se, principalmente, com o caminho no qual a comunicação encontrava o seu receptor e quais entendimentos os familiares obtinham através da informação que era fornecida. Também nota-se a preocupação dos médicos em estabelecer o limite terapêutico, e quando a proximidade da morte era maior que a possibilidade de interferência de potenciais intervenções terapêuticas. Os entrevistados demonstraram a necessidade de estabelecer o momento em que se deveria evitar a agregação de terapias fúteis e obstinadas, mantendo a família, em sua visão, com a maior informação possível desses limites.
Abstract We aimed with this study, to analyse how information was given by pediatrician to the families who underwent with a children who died in a Pediatric Intensive Care at Porto Alegre, Brazil, and how this pediatricians understood they’re own actions at the moment of the breaking bad news. Information was given through a descriptive research, with qualitative analysis, after semi-structured interviews conducted to the physicians who were breaking the bad news in the period of three months of 2013. Analysis of the interviews and respective contents allowed division in two main themes – Comprehension of the news and The edge between Medicine and proximity of death. Both categories allowed intense analysis and links with medical literature about how this moments are faced, through several aspects: medical, psychological, philosophical an even religious. We can, through this kind of analysis, sense that at the final moments of life, pediatricians selected were worried, mainly, with the potential distance between breaking bad news and comprehension of the parents. Also, in this study, we can notice, several times, during the interviews, concerning of the medical team to state when therapeutical limits were reached. Pediatricians at this study showed needs to maintain clear communication when these limits were set, and through a continuous process to inform the family. Interviewers showed importance in keep families connected with the ideas when new treatments were futile.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97257
Arquivos Descrição Formato
000920183.pdf (1.470Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.