Repositório Digital

A- A A+

Efeito da eletroacupuntura na cefaleia tensional crônica e nos níveis séricos de BDNF : ensaio clínico randomizado, cego, cross-over controlado com placebo

.

Efeito da eletroacupuntura na cefaleia tensional crônica e nos níveis séricos de BDNF : ensaio clínico randomizado, cego, cross-over controlado com placebo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da eletroacupuntura na cefaleia tensional crônica e nos níveis séricos de BDNF : ensaio clínico randomizado, cego, cross-over controlado com placebo
Autor Chassot, Mônica
Orientador Caumo, Wolnei
Co-orientador Vercelino, Rafael
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Cefaléia do tipo tensional
Eletroacupuntura
Fator neurotrófico derivado do encéfalo
[en] Brain derived neurotrophic factor
[en] Chronic tension type headache
[en] Electroacupunture
[en] Neuroplasticity
Resumo Introdução: A cefaleia do tipo tensional crônica (CTTC) é caracterizada por dor de cabeça quase diária e sensibilização central. A acupuntura tem sido estudada no tratamento de diversos tipos de cefaleia, porém os resultados são controversos e apenas sugerem maior eficácia em relação ao placebo. A eletroacupuntura (EA) modula algumas das funções do sistema nervoso central (SNC), podendo modificar a neuroplasticidade. A plasticidade do SNC pode ser rastreada através dos níveis séricos do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), um mediador de neuroplasticidade. Objetivo: Este estudo testou a hipótese de que a analgesia pela EA na CTTC estaria relacionada à neuroplasticidade, avaliada através dos níveis séricos de BDNF. Métodos: Foram recrutadas mulheres, com idades entre 18-60 anos, portadoras de CTTC, para um ensaio clinico randomizado, cegado, controlado por placebo-sham. Foram aplicadas 10 sessões de EA, durante 30 minutos (2- 10 Hz, com intensidade conforme a tolerância) na cervical e áreas autonômicas, duas vezes por semana, que foram comparadas com placebosham. Os períodos de tratamento foram separados por duas semanas de intervalo. Avaliou-se dor (através de escala análoga visual (VAS) de 10 cm) e níveis séricos de BDNF como desfechos primários. Resultados: Trinta e quatro pacientes foram randomizadas e vinte e nove completaram o protocolo. Os escores da VAS foram menores durante o tratamento com EA, do que no tratamento com placebo-sham. (2.38±1.77, 3.02±2.49 respectivamente, P=0.005). Os escores de dor variaram conforme a sequência de intervenção, demonstrando efeito de carreamento (P<0.05). Utilizando regressão múltipla, os níveis séricos de BDNF foram ajustados para a escala de depressão de Hamilton e VAS (r-squared= 0.07, standard β coefficients= -0.2, -0.14, respectivamente). Ao final do período da primeira intervenção os valores de BDNF ajustados, foram maiores no grupo EA, (29.31±3.24, 27.53±2.94 ng/mL) a magnitude de efeito mensurada pela diferença na media padronizada expressou um efeito moderado (Cohen´s d= 0.55). Conclusão: A analgesia produzida pela EA pode estar relacionada à neuroplasticidade, avaliada através do BDNF ajustado para dor e depressão. A modulação pela EA na dor e BDNF depende da condição do SNC, uma vez que está relacionada à depressão e depende do momento da aplicação da intervenção.
Abstract Background: Chronic tension-type headache (CTTH) is characterized by almost daily headaches and central sensitization. Electroacupunture (EA) is effective for this condition and modules some central nervous system (CNS) functions. CNS plasticity could be tracked in serum using the brain derived neurotrophic factor (BDNF), a neuroplasticity mediator. Objective: We tested the hypothesis that EA analgesia in CTTH would be related to neuroplasticity indexed by the BDNF. Patients and methods: We enrolled females aging 18-60 with CTTH in a randomized, blinded, placebo-controlled crossover trial, comparing ten EA sessions applied during 30 minutes (2-10 Hz, intensity by tolerance) in cervical and autonomic areas twice per week, vs. placebo-sham (PS). Treatment periods were separated by two washout weeks. Pain on the 10 cm visual analog scale (VAS) and serum BDNF were assessed as primary outcomes. Results: Thirty-four subjects underwent randomization, twenty-nine completed the protocol. VAS during EA period was lower than during PS (2.38±1.77, 3.02±2.49 respectively, P=0.005). VAS differed according to intervention sequence demonstrating carry-over effect (P<0.05). Using multiple regression serum BDNF was adjusted for the Hamilton depression rating scale (HDRS) and VAS (r-squared=0.07, standard β coefficients=-0.2, -0.14, respectively; omnibus-test P<0.001). At the end of the first intervention period the adjusted BDNF was higher in the EA cohort (29.31±3.24, 27.53±2.94 ng/mL, Cohen´s d= 0.55). Conclusion: EA analgesia may relate to neuroplasticity indexed by the adjusted BDNF. EA modulation on pain and BDNF depends on the situation of the CNS, as is related to depression and depends on the timing of the intervention.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97306
Arquivos Descrição Formato
000913942.pdf (2.606Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.