Repositório Digital

A- A A+

Aspectos clínicos, patológicos, imuno-histoquímicos e virológicos em cinco bezerros persistentemente infectados com o vírus da diarreia viral bovina em uma propriedade do Rio Grande do Sul

.

Aspectos clínicos, patológicos, imuno-histoquímicos e virológicos em cinco bezerros persistentemente infectados com o vírus da diarreia viral bovina em uma propriedade do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aspectos clínicos, patológicos, imuno-histoquímicos e virológicos em cinco bezerros persistentemente infectados com o vírus da diarreia viral bovina em uma propriedade do Rio Grande do Sul
Outro título Clinical, pathological, immunohistochemical and viral aspects of ive calves persistently infected with bovine viral diarrhea virus in a farm of Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Boabaid, Fabiana M.
Santos, Adriana Silva dos
Bitencourt, Ana Paula Gobbi de
Antoniassi, Nadia Aline Bobbi
Almeida, Laura Lopes de
Canal, Cláudio Wageck
Flores, Eduardo Furtado
Driemeier, David
Resumo O vírus da diarreia viral bovina (BVDV) é responsável por diferentes síndromes que afetam bovinos em todo o mundo, causando grandes perdas econômicas. O presente trabalho analisou as características clínicas, patológicas e imuno-histoquímicas e virais de cinco bovinos persistentemente infectados pelo BVDV de uma mesma propriedade, localizada no Município de Viamão, Rio Grande do Sul. Dentre os sinais clínicos veri icados destacaram-se subdesenvolvimento, secreções nasais e oculares, além de catarata congênita unilateral em dois bovinos. As principais lesões observadas durante a necropsia consistiram de aumento dos linfonodos mesentéricos, evidenciação das placas de Peyer e pododermatite e lesões crostosas no plano nasal e na região periocular em um animal. Os achados microscópicos caracterizavam-se, principalmente, por in iltrado mononuclear na lâmina do intestino delgado e rarefação linfoide com in iltrado histiocitário nos centrofoliculares de linfonodos e nas placas de Peyer. Antígenos virais foram detectados por imuno-histoquímica principalmente em queratinócitos da epiderme, no epitélio de folículos pilosos e células mononucleares da derme de orelhas e pele; histiócitos e em linfócitos dos linfonodos; células foliculares da tireoide; no citoplasma de neurônios e, em menor escala, em células da micróglia no córtex cerebral e no hipocampo. O isolamento viral de amostras de sangue e órgãos dos animais con irmou a presença de BVDV não citopático. Também foi possível detectar a presença do genoma viral por RT-PCR no soro dos animais. A análise ilogenética do fragmento parcial da região 5’ não traduzida do genoma viral permitiu a classi icação da amostra viral como BVDV tipo 2b. O presente estudo reforça a necessidade de investigar e caracterizar surtos de BVD e descrever suas diferentes formas de apresentação.
Abstract Bovine viral diarrhea virus (BVDV) is responsible for different syndromes that affect cattle worldwide causing important economic losses. This study analyzed the clinical, pathological, immunohistochemical and viral aspects of persistent infection by BVDV in ive animals of a farm located in the county of Viamão, Rio Grande do Sul, southern Brazil. The clinical signs included growth impairment, nasal and ocular discharge and, in two animals, congenital cataract. The main gross lesions observed at the necropsy were enlargement of mesenteric lymph nodes and Peyer’s patches, and in one case, pododermatitis and crusted lesions on nasal planum and periocular region. Microscopic indings were characterized mostly by mononuclear in iltrate in the lamina propria, primarily in the small intestine and lymphoid depletion with histiocytic in iltrate in follicular centers of lymph nodes and Peyer’s patches. Viral antigens were more frequently demonstrated in epidermal keratinocytes, epithelium of hair follicles and dendritic cells of the dermis of the ears and skin, histiocytes and lymphocytes in lymph nodes, thyroid follicular cells, in the cytoplasm of neurons and to a lesser extent, in glial cells in the cerebral cortex and hippocampus. Viral isolation from blood samples and organs con irmed the presence of non-cytopathic BVDV. Moreover, viral RNA was detected by RT-PCR in serum samples. Phylogenetic analysis of a partial fragment of the5’ non-translated region of the viral genome allowed the classi ication of the sample as BVDV type 2b. The present study strengthens the need to investigate and to characterize BVD outbreaks and to describe its different clinic-pathological presentations.
Contido em Pesquisa veterinaria brasileira. Vol. 31,n.10 (out., 2011), p. 885-892
Assunto Intoxicação
Patologia veterinaria : Equinos
[en] Antigen detection
[en] Congenital cataract
[en] Diagnosis
[en] Genotyping
[en] Persistent infection
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/97317
Arquivos Descrição Formato
000826294.pdf (1.413Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.