Repositório Digital

A- A A+

Vivências de crianças e adolescentes vítimas de queimaduras

.

Vivências de crianças e adolescentes vítimas de queimaduras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vivências de crianças e adolescentes vítimas de queimaduras
Outro título Experiences of children and adolescents victims of burns
Outro título Las experiencias de los niños y adolescentes víctimas de quemaduras
Autor Cantarelli, Karen Jeanne
Orientador Pedro, Eva Néri Rubim
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Adolescente
Criança
Queimaduras
Queimaduras : Enfermagem
[en] Burns
[en] Children
[en] Nursing
[en] Teenagers
[es] Adolescentes
[es] Enfermería
[es] Niños
[es] Quemaduras
Resumo A ocorrência de uma queimadura em qualquer fase do ciclo vital pode provocar inúmeras mudanças comportamentais nos indivíduos, acarretando danos psicossociais que dificultam ainda mais o processo de reabilitação. Desta forma, considera-se imprescindível compreender o impacto da queimadura para uma criança ou adolescente, considerando os sistemas que circundam seu desenvolvimento. Diante disto, o estudo teve como objetivo conhecer as vivências de crianças e adolescentes vítimas de queimaduras. Para isso, realizou-se um Estudo de Caso, de abordagem qualitativa e transversal, com crianças em idade escolar (seis a 12 anos) e adolescentes (12 a 18 anos) que receberam tratamento em regime de internação em um Centro de Queimados de um Hospital Público de Porto Alegre/RS. Foi realizado no período entre abril e dezembro de 2013. Participaram do estudo duas crianças (nove e dez anos), três adolescentes (13, 14 e 15 anos) e duas mães, apenas como colaboradoras. Utilizou- se para a coleta das informações a entrevista semiestruturada que foram submetidas a análise temática de conteúdo. O estudo foi submetido ao Comitê de Ética da referida instituição e foi aprovado sob número 226.678. Os resultados evidenciaram três categorias: “Eu não gosto de como tô”: mudanças decorrentes da queimadura, “A minha família e meus amigos me ajudaram bastante para eu ficar bem”: apoio social e “Quero terminar o colégio e trabalhar”: expectativas para o futuro. As considerações na finalização do estudo apontaram que: os participantes vivenciaram situações de constrangimento após a alta hospitalar em decorrência do trauma e suas implicações físicas; apresentaram mudanças na forma de vestir- se, no comportamento, na sociabilidade assim como ainda permanecem com dificuldades psicossociais. O apoio social oferecido pela família e amigos constituiu-se na principal condição identificada para a promoção do enfrentamento da queimadura. Quanto às expectativas para o futuro, as crianças e os adolescentes expõem desejo de concluir o ensino médio e trabalhar. Enfatiza-se que o profissional de saúde, em especial o enfermeiro, deve oferecer ao indivíduo e a sua família alternativas que contribuam para a promoção da autoconfiança além da importância de suporte interdisciplinar e interinstitucional para superação das dificuldades decorrentes das limitações físicas e psicológicas que podem surgir após a ocorrência de uma queimadura.
Abstract The occurrence of a burn at any stage of the life cycle can cause numerous behavioral changes in individuals, causing damage that hinder further psychosocial rehabilitation process. In this way, it is essential to understand the impact of the burn for a child or adolescent, considering the systems that surround its development. Before this, the study aimed to understand the experiences of children and adolescents victims of burns. For this, a case study, qualitative and transversal approach was conducted with school-age children (6 to 12 years old) and adolescents (12 to 18 years old) who received treatment in internment regime in a burn center of a public hospital of Porto Alegre/Rio Grande do Sul. It was conducted in the period between April and December of 2013. Participated in this study two children (nine and ten years old), three teenagers (13, 14 and 15) and two mothers, just as collaborators. It was used for the collection of information the semi-structured interview that was subjected to thematic analysis of content. The study was submitted to the referred institution's Ethics Committee and has been approved under number 226.678. The results showed three categories: "I don't like how I am": changes arising from burning, "my family and my friends helped me a lot so I stay well": social support and "I want to finish school and work": expectations for the future. Considerations on the finalization of the study showed that: the participants have experienced situations of embarrassment after hospital discharge as a result of the trauma and its physical implications; showed changes in the shape of dress, behavior, in sociability as still remain with psychosocial difficulties. The social support offered by the family and friends was the main condition identified for promoting the fight against burn. Regarding the expectations for the future, the children and teens expose desire to finish high school and go working. It is emphasized that the health care professional, particularly the nurse, should offer to the individual and his family alternatives those contribute to the promotion of their self- confidence, as well as the importance of interdisciplinary and inter-institutional support to overcoming difficulties arising from physical and psychological limitations which may arise after a burn.
Resumen La ocurrencia de una quemadura en cualquier etapa del ciclo de vida puede causar numerosos cambios comportamentales a las personas, causando daños psicosociales que dificultan, todavíamás, el proceso de rehabilitación. De esta manera, es esencial comprender el impacto de la quemadura para un niño o adolescente, teniendo en cuenta los sistemas que rodean su desarrollo. Ante esto, el estudio pretende comprender las vivencias de los niños y adolescentes víctimas de quemaduras. Para esto, se realizó un estudio de caso, con enfoque cualitativo y transversal, con niños en edad escolar (6 a 12 años) y adolescentes (12 a 18 años) que recibieron tratamiento en régimen de internamiento en un centro de quemados de un Hospital público de Porto Alegre/Río Grande do Sul. Se realizó en el período comprendido entre abril y diciembre de 2013. Participaron en este estudio dos niños (nueve y diez años), tres adolescentes (13, 14 y 15 años) y dos madres, sólo como colaboradores. Fue utilizado para la recolección de informaciones, la entrevista semi-estructurada, que fueron objeto de análisis temático de contenido. El estudio fue presentado al Comité de ética de la institución y ha sido aprobado bajo el número 226.678. Los resultados mostraron tres categorías: "No me gusta cómo soy": cambios resultantes de la quemadura, "mi familia y mis amigos me ayudaron mucho y me quedo bien": apoyo social y "Quiero terminar la escuela y trabajar": las expectativas para el futuro. Consideraciones sobre la finalización del estudio mostraron que: los participantes han experimentado situaciones de vergüenza después del alta hospitalaria como resultado del trauma y sus implicaciones físicas; demostraron cambios en la forma de vestir, comportamiento, sociabilidad como siguen con dificultades psicosociales. El apoyo social ofrecido por familiares y amigos era la condición principal para promover la lucha contra las quemaduras. Cuanto a las expectativas para el futuro, los niños y los adolescentes exponen eldeseo de terminar la escuela secundaria e ir a trabajar. Subraya que el profesional del cuidado médico, particularmente la enfermera, debe ofrecer al individuo y sus familias alternativas que contribuyan a la promoción de su autoconfianza, así como la importancia del apoyo interdisciplinario e interinstitucional para superar las dificultades derivadas de las limitaciones físicas y psicológicas que pueden surgir después de una quemadura.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97664
Arquivos Descrição Formato
000918346.pdf (578.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.