Repositório Digital

A- A A+

Experiências de aprendizagem em educação não formal em artes : um percurso do Programa Educativo da Fundação Iberê Camargo ao Coletivo E

.

Experiências de aprendizagem em educação não formal em artes : um percurso do Programa Educativo da Fundação Iberê Camargo ao Coletivo E

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Experiências de aprendizagem em educação não formal em artes : um percurso do Programa Educativo da Fundação Iberê Camargo ao Coletivo E
Autor Mendoza, Carolina da Silva
Orientador Zanatta, Cláudia Vicari
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Curso de Artes Visuais: Licenciatura.
Assunto Arte : Educação
Educação não-formal
Experiência
Instituicao cultural : Rio Grande do Sul
[en] Art education
[en] Collective initiatives
[en] Cultural institution
[en] Experience
[en] Non-formal education
Resumo Esta pesquisa trata sobre a educação não-formal e seus aspectos dialógicos, especialmente na área das artes, através de um percurso que se inicia no Programa Educativo da Fundação Iberê Camargo no período de 2008 a 2010, e se desdobra na formação de um coletivo de arte educadores – o Coletivo E. Tendo como suporte pedagógico o conceito de experiência trazido por Jorge Larrosa, o Coletivo E surge como uma iniciativa diferenciada na área da educação não-formal em artes. O período acima citado foi levado em consideração como algo merecedor de ser registrado, pelo fato de ser um momento de transformação e expansão do Programa Educativo, e de consolidação de sistemas até hoje utilizados, além de promover o encontro de ideias dos então futuros membros fundadores do Coletivo E. Percebe-se a necessidade de pesquisar como se configuram e atuam iniciativas como esta. Para que práticas, pensamentos e histórias não se restrinjam apenas à memória daqueles que fizeram parte destas, se faz necessário alguma forma de registro como uma possível contribuição para o campo da educação de uma forma geral.
Abstract This research proposes a view over non-formal education and its dialogical aspects, especially in the arts, through a course which begins at Iberê Camargo Foundation’s Educational Program from 2008 to 2010, and develops in a formation of an art educators collective – the Coletivo E. The period above cited was considered as something worth of register, because it was a moment of transformation and expansion of Educational Program, and a moment of setting of systems that lasts until nowadays, besides the promotion of the encounter of ideas from the future founders members of Coletivo E. Supported by the pedagogical concept of experience brought by Jorge Larrosa, the Coletivo E rises as a different initiative on the non-formal educational field in arts. It is noticed the needs of research how to configure and operate initiatives like this. For certain practices, thoughts and stories are not restricted only to the memory of those who were part of this, it is necessary some form of registration as a possible contribution to the field of education in general.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/97673
Arquivos Descrição Formato
000920987.pdf (6.067Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.