Repositório Digital

A- A A+

Estudo do efeito do fumo sobre a velocidade de proliferação da células da mucosa bucal : ação da suspensão do hábito

.

Estudo do efeito do fumo sobre a velocidade de proliferação da células da mucosa bucal : ação da suspensão do hábito

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do efeito do fumo sobre a velocidade de proliferação da células da mucosa bucal : ação da suspensão do hábito
Autor Miranda, Fábio Vieira de
Orientador Rados, Pantelis Varvaki
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carcinoma bucal
Citopatologia
Resumo Uma das formas de prevenção do câncer bucal é a remoção de fatores que influenciam na ocorrência desta patologia, sendo um deles o hábito de fumar. Este estudo avaliou os efeitos do abandono do fumo nas células da mucosa bucal em um período de 3 e 6 meses em indivíduos que ingressaram do programa de abandono de fumo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A amostra foi composta por 28 indivíduos, 14 no grupo controle, 7 no grupo abandono de fumo e 7 no grupo não abandono. Como forma de investigação este trabalho analisou, através da citopatologia associada à técnica histoquímica de AgNOR, a variação do ritmo da velocidade de proliferação celular com o abandono do fumo. Os esfregaços foram obtidos da mucosa do lábio inferior, borda de língua e assoalho bucal. Foi avaliado de forma quantitativa o número de AgNORs presentes em cada núcleo do total de 50 células por sítio anatômico. Foi realizada analise da média de AgNORs por núcleo e também a porcentagem de núcleos com ≥ 3 < 5 AgNORs e ≥ 5 AgNORs. Na mucosa do lábio inferior e do assoalho bucal não observou-se diferenças estatísticas significantes. A mucosa da borda de língua mostrou diferenças estatísticas quando avaliada longitudinalmente no grupo não abandono de fumo, tanto na comparação com o grupo controle quanto com o momento inicial, observamos aumento na taxa de proliferação celular nos tempos de 3 e 6 meses. No grupo abandono houve um discreto aumento sem diferença estatística aos 3 meses com diminuição deste valor aos 6 meses. Esta avaliação sugere que o não abandono do fumo promove aumento na velocidade de proliferação em borda de língua e que a remoção do fumo começa a indicar no tempo de 6 meses a regressão da taxa de proliferação para valores próximos aos do grupo controle para a mucosa da borda de língua. Nossos dados mostram que uma percentagem de 45% de células com ≥ 3 < 5 AgNORs e 7% com ≥ 5 AgNORs por núcleo seria um “ponto de corte” para risco em indivíduos fumantes. A borda de língua apresentou maior sensibilidade para os efeitos do fumo e seu abandono no período de 6 meses, indicando que o hábito promoveu aumento da velocidade de proliferação.
Abstract One possible way to prevent oral cancer is by excluding or limiting associated risk factors, such as smoking. The present study assessed the effects of smoking cessation on cells of the oral mucosa, after 3 and 6 months, in patients attending a smoking cessation program at Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brazil. The sample included 28 patients, as follows: 14 controls, 7 patients who had quit smoking, and 7 smokers. Cytopathology was used in association with the AgNOR histochemical technique to assess variations in cell proliferation rate caused by smoking cessation. Smears were obtained from the lower lip, border of the tongue, and floor of the mouth. Were assessed with regard to the number of AgNORs per nucleus in a total of 50 cells collected from each anatomic site. The mean number of AgNORs per nucleus and the percentage of nucleus with > 3 and ≥ 5 AgNORs were quantified. No statistically significant differences were observed in cells collected from the lower lip and floor of the mouth. Cells collected from the border of the tongue, however, showed significant differences in the long term when compared to the control group and to baseline values. An increased cell proliferation rate was observed at 3 and 6 months in the group of smokers. Patients who had quit smoking showed a slightly increased proliferation rate at 3 months (nonsignificant) and a lower result at 6 months. These findings suggest that smoking increases the rate of cell proliferation on the border of the tongue, with a gradual regression to normal (control) levels starting 6 months after cessation for the mucosa of the border of the tongue. Our data show that a percentage of 45% of cells with ≥ 3 < 5 AgNORs and 7% with ≥ 5 AgNORs for nucleus would be a “point of cut” for risk in smoking individuals. The border of the tongue showed a higher sensitivity for the effects of smoking and smoking cessation in a period of 6 months, with an increased cell proliferation rate observed in association with smoking.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97696
Arquivos Descrição Formato
000725327.pdf (1.045Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.