Repositório Digital

A- A A+

Modelo de desconto hiperbólico : evidências empíricas sobre poupança e consumo

.

Modelo de desconto hiperbólico : evidências empíricas sobre poupança e consumo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelo de desconto hiperbólico : evidências empíricas sobre poupança e consumo
Autor Staub, Luiz Fernando Portella
Orientador Monteiro, Sergio Marley Modesto
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Commitment mechanisms
[en] Hyperbolic discounting model
[en] Intertemporal discount
[en] Procrastination
[en] Saving
Resumo O Modelo de Desconto Hiperbólico (MDH) surgiu na década de 1960 para se contrapor ao Modelo de Utilidade Descontada de Samuelson. Desde então, diversos estudos empíricos demonstram a eficácia do MDH em descrever o comportamento dos agentes econômicos em situações que envolvem autocontrole e tentação. A hipótese do MDH é que os indivíduos descontam intertemporalmente sua utilidade seguindo um padrão hiperbólico, isto é, sua taxa de desconto intertemporal é decrescente em relação ao tempo. A principal aplicação do MDH é no entendimento do comportamento de poupança dos indivíduos, explicando, por exemplo, o problema da subpoupança. O Modelo de Ciclo de Vida juntamente com o MDH servem como base teórica para o entendimento do padrão de consumo dos indivíduos ao longo da vida. Os chamados "mecanismos de comprometimento" podem auxiliar os indivíduos a seguirem uma trajetória ótima de consumo e poupança. Esses mecanismos podem também ser utilizados no âmbito da política pública com o objetivo de ajustar a taxa de poupança agregada nacional.
Abstract The Hyperbolic Discounting Model (HDM) was first published in the 1960s to counter Samuelson's Discounted Utility Model. Since then, several empirical studies showed its efficiency in describing economic agents’ behavior in situations that involve self-control and temptation. HDM hypothesis is that individuals discount their utility over time following a hyperbolic pattern, this is, their intertemporal rate of discount decreases over time. The main application of HDM is in the understanding of individual saving behavior, explaining for example the undersaving problem. The Life Cycle Model with the MDH serves as a theoretical basis for understanding the consumption pattern of individuals throughout life. The so-called "commitment mechanisms" can help individuals follow an optimal path of consumption and saving. These mechanisms can also be used in the context of public policy in order to adjust the rate of aggregate domestic savings.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/97703
Arquivos Descrição Formato
000915423.pdf (980.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.