Repositório Digital

A- A A+

Efeito de adubação nitrogenada sobre campo nativo sobressemeado com azevém anual

.

Efeito de adubação nitrogenada sobre campo nativo sobressemeado com azevém anual

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito de adubação nitrogenada sobre campo nativo sobressemeado com azevém anual
Autor Brambilla, Daniel Martins
Orientador Nabinger, Carlos
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Adubação nitrogenada
Azevém
Campo nativo
Pastagem
Resumo O presente estudo objetivou avaliar os efeitos de diferentes doses de nitrogênio em pastagem natural sobressemeada com azevém anual (Lolium multiflorum Lam.) sobre o arranjo das espécies vegetais na comunidade em diferentes estações climaticas e caracterizar os principais aspectos do solo alterados pela prática da adubação nitrogenada. A área sobre a qual o experimento foi realizado é caracterizado como de sucessão secundária da pastagem natural do sul do Brasil, sobressemeada com azevém e submetida a três doses de nitrogênio em cobertura (zero, 100 e 200 kg/ha/ano) arranjados em blocos casualizados com três repetições. O pastejo foi realizado em lotação contínua com carga variável, com oferta diária média de forragem de 12% do peso vivo. A composição florística foi realizada em três períodos: inverno, primavera e verão. Os atributos quimicos e fisicos do solo foram avaliados pela biomassa microbiana, carbono e nitrogenio totais, associado e particulado, e agregação pelo diametro médio ponderado. A riqueza específica diminuiu significativamente com as doses de nitrogênio e foi menor no período de verão, estando associada principalmente ao maior desenvolvimento do azevém durante o inverno. Os padrões de mudança na vegetação verificados por análise de coordenadas principais demonstrou que a trajetória traçada pelos diferentes tratamentos mostra uma grande variação principalmente pela mudança de estação (inverno - primavera) sendo Lolium multiflorum e Oxalis perdicariamas mais associadas aos tratamentos com N, enquanto o sem N se associa a Piptochaetium montevidensis. A tendência de alteração da primavera para o verão demonstra pouca variação para N0, e uma associação com Eryngium horridum, Andropogon lateralis, Paspalum notatum e Desmodium incanum, e uma grande variação para N100 e N200 associada à presença de Cynodon dactylon e Pffafia tuberosa. A fertilização nitrogenada resultou em acidificação do solo. Apesar de se manterem os estoques totais de carbono e nitrogênio, a fração particulada de nitrogênio foi maior na dose moderada. O aumento na dose do fertilizante aumentou o nitrogênio da biomassa e a respiração microbiana. O estado de agregação do solo, na camada de 0-10 cm não mostrou diferença entre as doses, mas para a camada de 10-20 cm, a dose maior de N acarretou em uma diminuição em relação às outras. O N determina mudanças na composição da pastagem natural que são crescentes com as doses aplicadas, diminuindo a diversidade e favorecendo o surgimento de espécies exóticas na primavera e verão.
Abstract This study aims to evaluate the effects of different levels of nitrogen fertilization on natural pasture overseeded with ryegrass, on plant dynamics and the arrangement of species in the community. The main aspects of the soil that express the changes undergone by long time use of different levels of nitrogen were determined. In a randomized block design with three repetitions, we studied the effect of annual levels of nitrogen (N), zero, 100 and 200 kg/ha/year (N0, N100 and N200). Grazing was conducted in continuous stocking with variable stocking rate, the herbage allowance was fixed at 12%. Floristic surveys were conducted in three seasons: winter, spring and summer. Chemical and physical soil attributes, were evaluated by quantifying microbial biomass, carbon and nitrogen content and their fractions, mean diameter of aggregates. The richness index shows a significant decrease with increasing nitrogen rates, and was lower on summer period associated to greater ryegrass development in winter. The pattern of vegetation changes as verified by principal coordinate analysis showed that higher variation in the vegetation trajectory was mainly determined by season (winter-spring) with Lolium multiflorum and Oxalis perdicaria more associated to the treatments with nitrogen while Piptochaetium montevidensis was more associated to N0. The tendency of transition of vegetation from spring to summer show little variation in N0 and was associated mainly to Eryngium horridum, Andropogon lateralis, Paspalum notatum and Desmodium incanum and a greater variation with N100 and N200 associated to presence of Cynodon dactylon and Pffafia tuberosa. Nitrogen fertilization resulted in soil acidification and, despite the maintenance of the total carbon and nitrogen stocks, the particulate fraction of nitrogen was greater in moderate dose of fertilizer. The increase in nitrogen dose increased the nitrogen in the biomass and microbial respiration. Soil aggregate was not modified by nitrogen fertilization in the 0-10 cm soil layer but at 10-20 cm the N200 determined a reduction in this parameter. Nitrogen fertilization leads to changes in the floristic composition of natural pasture that are crescent with the level applied, determining a shut in plant diversity and favoring the increment of undesirables exotic species in spring and summer.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/97849
Arquivos Descrição Formato
000921643.pdf (2.869Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.