Repositório Digital

A- A A+

Impacto da diluição isotérmica e bitérmica sobre a qualidade do sêmen suíno

.

Impacto da diluição isotérmica e bitérmica sobre a qualidade do sêmen suíno

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto da diluição isotérmica e bitérmica sobre a qualidade do sêmen suíno
Outro título Impact of isothermic and bithermic dilution on quality of chilled boar sperm
Autor Almeida, Maria Clara Silva de
Orientador Bortolozzo, Fernando Pandolfo
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Choque térmico
Inseminacao artificial : Suinos
Reprodução animal : Suínos
[en] Boar
[en] Cold shock
[en] Dilution
[en] Semen preservation
[en] Temperature
Resumo O uso de protocolos de diluição bitérmica está aumentando em centros de inseminação artificial e é necessário garantir que as doses de inseminação tenham a mesma qualidade quando comparado com protocolos de diluição isotérmica. Quatro ejaculados de cada 19 reprodutores PIC® foram coletados e distribuídos em split sample em três tratamentos: diluição bitérmica em duas etapas (T1), diluição isotérmica em duas etapas (T2) e diluição isotérmica em uma etapa (T3). A curva de temperatura para os três tratamentos foi feita utilizando um data logger com sensor de temperatura. As doses inseminantes foram preparadas utilizando o diluente BTS e armazenadas a 16ºC e usadas para avaliação dos parâmetros espermáticos através do Sistema CASA e avaliação de morfologia espermática, durante 120 horas. A temperatura das amostras de sêmen submetidas à diluição bitérmica em duas etapas alcançou 24,1ºC durante 120 minutos , enquanto que as amostras submetidas à diluição isotérmica em uma ou duas etapas alcançou 26,8ºC e 27,0ºC, respectivamente. A motilidade total, a progressiva e BCF foram influenciadas (P<0,05) pelo tempo de diluição, mas não pelo protocolo de diluição. A motilidade total e progressiva diminuiu com o tempo de armazenamento (91.0 ± 0.91 para 81.5 ± 1.08 % e 74.0 ± 2.48 para 60.4 ± 2.59% de 24h para 120h, para MOT e PROG, respectivamente) enquanto BCF diferiu entre 24 e 120h (28.6 ± 0.76 e 27.3 ± 0.79 Hz). As seguintes características de motilidade não foram afetadas pelo protocolo de diluição e pelo tempo de armazenamento: DAP, DCL, DSL, VAP, VCL, VSL, STR, LIN, WOB e ALH. Às 72 h de armazenamento, a morfologia espermática não diferiu entre os tratamentos (P>0.05), apresentando uma média geral de 9.2 ± 0.36 defeitos totais. Concluindo, a diluição bitérmica torna o processo de produção de doses inseminantes mais rápido, pois demoraram menos tempo para alcançar a temperatura próxima de armazenamento, sem comprometer a qualidade das doses inseminantes produzidas.
Abstract The use of bithermic dilution protocols is increasing in artificial insemination centers, being necessary to guarantee that the quality of insemination doses remain the same when compared to isothermic dilution protocols. Four ejaculates from each one of 19 crossbreed PIC® boars were collected and assigned, in a split sample design, in to three treatments: two step bithermic dilution (T1), two step isothermic dilution (T2) and one step isothermic dilution (T3). Temperature curve for the three treatments was recorded using a temperature sensor data logger. Semen doses prepared with BTS extender were stored at 16°C and were used to evaluate sperm parameters through CASA system and sperm morphology, during 120 h. The temperature in semen samples submitted to a two-step bithermic dilution reached 24.1ºC during 120 min, whereas one or two-step isothermic dilution samples reached 26.8ºC and 27.0ºC, respectively. Total motility, progressive motility and BCF were influenced (P<0.05) by the storage time but not by the dilution procedure. Total and progressive motility reduced throughout the storage time (91.0 ± 0.91 to 81.5 ± 1.08 % and 74.0 ± 2.48 to 60.4 ± 2.59% from 24h to 120h, for MOT and PROG respectively) whereas BCF differed between 24 and 120h (28.6 ± 0.76 and 27.3 ± 0.79 Hz). The following motility traits were neither affected by the dilution procedure nor by the time of storage: DAP, DCL, DSL, VAP, VCL, VSL, STR, LIN, WOB, and ALH. At 72 h of storage, sperm morphology was not different among treatments (P>0.05), showing an overall mean of 9.2 ± 0.36 total defects. In conclusion, the bithermic dilution makes the process of artificial insemination doses production faster by taking less time to reach a temperature close to that of storage, without impairing semen quality.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97864
Arquivos Descrição Formato
000921795.pdf (374.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.