Repositório Digital

A- A A+

Análise dos erros ortográficos de estudantes do 3º ao 6º ano de escolas do ensino privado

.

Análise dos erros ortográficos de estudantes do 3º ao 6º ano de escolas do ensino privado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise dos erros ortográficos de estudantes do 3º ao 6º ano de escolas do ensino privado
Autor Santos, Ivelise Bernardes dos
Orientador França, Marcio Pezzini
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Fonoaudiologia, ênfase Infância.
Assunto Ensino fundamental
Linguagem escrita
Ortografia
Porto Alegre (RS)
[en] Education
[en] Handwriting
[en] Speech therapy
Resumo Objetivo: analisar o desenvolvimento da escrita e os tipos de erros ortográficos apresentados pelos alunos do 3º ao 6º ano a fim de desenvolver estratégias para melhor contribuir com o processo de letramento e aprendizagem. Método: foi realizado um estudo transversal, com uma população de 420 alunos do ensino fundamental de escolas particulares de Porto Alegre, utilizando ditado balanceado. Resultados: os meninos apresentaram uma média de erros ortográfico levemente maior do que as meninas, contudo, sem diferença estatística; comparando estudantes de mesma faixa etária entre currículos de 8 e 9 anos, foi possível observar que tanto nas regras contextuais quanto nas regras complexas os alunos do novo currículo de 9 anos erram mais que os do currículo de 8 anos; estudantes do currículo de 9 anos erraram mais as palavras polissílabas; houve uma melhora progressiva na frequência dos erros ortográficos com a progressão escolar; quanto às regras de acentuação, os estudantes do currículo de 8 anos erravam menos e a quantidade de erros caía mais abruptamente com a progressão escolar, mesmo na comparação por faixa etária. Conclusão: neste estudo, os erros ortográficos diminuíram progressivamente, porém, ao comparar com o currículo antigo, dá indícios de que crianças do novo currículo estão errando mais e novas estratégias devem auxiliar no processo pedagógico.
Abstract Objective: To analyze the development of writing and the types of spelling errors made by students from 3rd to 6th grade in order to develop strategies to better contribute to the process and learning. Method: A cross sectional study was done , with a population of 420 private elementary school students in Porto Alegre using dictation. Results: Boys had a mean of spelling errors slightly larger than girls , however there was no statistical difference. Comparing students in the same age group between 8 and 9 year curricula, it was possible to observe that in the contextual rules as well as in the complex rules the students from the 9 year curriculum made more mistakes than than the ones from the 8 year curriculum. Students from the 9 year curriculum missed more polysyllabic words . There was a progressive improvement in the frequency of spelling errors as the school year progressed. In the rules of phonetics the students from the 8 year curriculum made less errors and the amount of errors fell more abruptly as the school year progressed, even when compared with the same age group. Conclusion: In the current study spelling errors progressively decreased , however, the old curriculum gives evidence that children of the new curriculum are erring more.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/98310
Arquivos Descrição Formato
000921804.pdf (485.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.