Repositório Digital

A- A A+

Influência do capital intelectual na capacidade absortiva e na inovação

.

Influência do capital intelectual na capacidade absortiva e na inovação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência do capital intelectual na capacidade absortiva e na inovação
Autor Machado, Raquel Engelman
Orientador Fracasso, Edi Madalena
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Capital intelectual
Gestão do conhecimento
Inovação
[en] Absorptive capacity
[en] Innovation
[en] Intellectual capital
[en] Knowledge management
Resumo Esta tese tem como objetivo principal verificar a influência do Capital Intelectual na Capacidade Absortiva das empresas, bem como da Capacidade Absortiva (ACAP) na inovação. O argumento teórico desta tese tem como base a Visão Baseada em Recursos, onde pressupõe-se que conjuntos de recursos intangíveis, como o Capital Intelectual, são mobilizados pelas firmas através de capacidades dinâmicas, como a Capacidade Absortiva do conhecimento, levando as empresas a resultados, tais como inovação de produtos. O estudo justifica-se pelas contribuições teóricas, metodológicas e práticas que pretende aportar para as áreas de gestão do conhecimento e inovação, permitindo compreender melhor os conceitos, bem como as interrelações entre eles. Inicialmente realizou-se estudo exploratório com 12 empresas, a partir de uma abordagem qualitativa, visando ampliar os conhecimentos sobre o ambiente pesquisado e proporcionar uma estruturação mais robusta do questionário. Posteriormente, o estudo quantitativo abrangeu 500 indústrias gaúchas de portes, intensidades tecnológicas e setores variados. A partir do método de modelagem de equações estruturais, o exame dos índices de ajustamento e sua significância estatística confirmaram a validade de todos os construtos e do modelo. Também serviu para a sustentação ou refutação das hipóteses do estudo. A partir das evidências, pode-se concluir que o Capital Intelectual influencia a Capacidade Absortiva, mas os elementos que o compõe refletem de modo diferente nas dimensões da ACAP. As capacidades de Aquisição, Assimilação e Exploração do conhecimento são influenciadas de forma mais contundente pelo Capital Organizacional, seguido pelo Capital Humano. A capacidade de Transformação do conhecimento é influenciada de forma equilibrada pelo Capital Organizacional e Humano, e de forma mais moderada pelo Capital Social. Por sua vez, a Capacidade Absortiva influencia a inovação, sendo que cada dimensão impacta de modo diverso. Aquisição e Exploração do conhecimento influenciam de modo mais intenso, e Transformação do conhecimento de forma mais moderada. A validação dos construtos apresenta-se como contribuição relevante, pois demonstra empiricamente a validade dos conceitos teóricos e apresenta avanços metodológicos para a mensuração dos mesmos a partir do desenvolvimento de escalas e de um modelo integrado, servindo a acadêmicos e gestores. Especificamente para o setor industrial, esta pesquisa contribui para traçar um perfil do desenvolvimento de seus recursos intangíveis, das capacidades relacionadas ao conhecimento, de suas atividades de pesquisa e desenvolvimento, bem como dos resultados relacionados à inovação. Esta caracterização pode servir de parâmetro de comparação tanto para as empresas, como para os gestores públicos definirem políticas de incentivo à inovação. Novas pesquisas em diferentes setores e países poderão aprofundar as relações entre estes construtos, bem como incluir fatores externos e a relação específica com inovação incremental e radical.
Abstract This thesis aims to investigate the influence of Intellectual Capital on Absorptive Capacity of firms, as well as the influence of Absorptive Capacity on innovation. The theoretical argument of this thesis is based on the Resource Based View, which assumes that sets of intangible assets such as Intellectual Capital are mobilized by firms through dynamic capabilities such as knowledge Absorptive Capacity, leading to results such as product innovation. The study is justified by theoretical, methodological and practices in the areas of knowledge management and innovation, enabling a better understanding of concepts, as well as the interrelationships between them. Using the qualitative approach, an exploratory study was initially performed with 12 companies aiming to expand the knowledge about the environment researched and to provide a more robust structure to the questionnaire. Subsequently, the quantitative study covered 500 industries in southern Brazil of different sizes, sectors and technological intensities. Using the method of structural equation modeling, the examination of adjustment indexes and statistical significance confirmed the validity of all the constructs and model. It also served to support or refute the hypotheses of the study. Given the evidences, it can be concluded that the Intellectual Capital influences Absorptive Capacity, but the elements that compose the Intellectual Capital reflect differently on the dimensions of ACAP. The capabilities of Acquisition, Assimilation and Exploitation of knowledge are influenced more decisively by Organizational Capital, followed by Human Capital. The ability of Transformation of knowledge is influenced evenly by Organizational and Human Capital, and more moderately by Social Capital. In turn, the Absorptive Capacity influences innovation, and each of its dimension has a different impact. Knowledge Acquisition and Exploitation have a more intense influence, and knowledge Transformation has a moderate one. The validation of the constructs is presented as a relevant contribution, it empirically demonstrates the validity of the theoretical concepts and presents methodological advances in its measurement, from scales and development of an integrated model, serving to academics and managers. Primarily for the industrial sector, this research helps to draw a profile of the development of its intangible assets, related to the knowledge of their research and development, as well as results related to innovation capabilities. This characterization can serve as a benchmark both for businesses and for public administrators helping them to define policies to encourage innovation. New studies in different sectors and countries may deepen relations between these constructs, and include external factors and specific relationship to incremental and radical innovation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/98329
Arquivos Descrição Formato
000929138.pdf (1.230Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.