Repositório Digital

A- A A+

Terminação de novilhos de corte Angus e mestiços em pastagem natural na região da Campanha do RS

.

Terminação de novilhos de corte Angus e mestiços em pastagem natural na região da Campanha do RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Terminação de novilhos de corte Angus e mestiços em pastagem natural na região da Campanha do RS
Outro título Finishing of Angus and crossbred beef cattle on native pasture in the Campanha region of RS
Autor Ferreira, Eduardo Tonet
Nabinger, Carlos
Elejalde, Denise Adelaide Gomes
Freitas, Aline Kellermann de
Schmitt, Fernanda
Tarouco, Jaime Urdapilleta
Resumo Avaliou-se a viabilidade de abater animais de distintos grupos raciais com até quatro dentes em diferentes tipos de pastagem: natural, adubada, e melhorada por fertilização e sobressemeadura de espécies hiberno-primaveris. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Os dados foram agrupados em estações do ano (inverno e primavera) e submetidos à análise de variância. Foram utilizados novilhos de corte Angus e mestiços, ambos com média de idade inicial de 20 meses. A massa de forragem total e a altura do pasto apresentaram diferenças entre os tipos de pastagem e as estações do ano. A taxa de lotação e a massa de forragem verde sofreram interação entre o tipo de pastagem e a estação do ano. O ganho por área ao longo do experimento foi maior na pastagem adubada (259 kg/ha) e melhorada (263 kg/ha) em comparação à pastagem natural (126 kg/ha). O ganho médio diário foi maior para os novilhos Angus (1,087 kg/dia) e na estação de inverno (1,251 kg/dia). Não houve diferença para a área de olho-de-lombo entre o tipo de pastagem e grupo racial na data do abate. A espessura de gordura subcutânea sofreu interação entre o tipo de manejo e o grupo racial, uma vez que novilhos mestiços depositaram mais gordura na pastagem adubada e novilhos Angus na melhorada. Animais mestiços atingiram menor peso ao abate (505 kg), porém maior rendimento de carcaça (51,6%). Somente os animais mantidos na pastagem natural não atingiram acabamento suficiente para a comercialização. A utilização de fertlizantes e sementes na pastagem natural possibilita o abate de novilhos precoces independente do grupo racial. O ambiente pastoril determina diferentes respostas produtivas conforme a genética utilizada. O cruzamento é uma alternativa para incrementar atributos importantes da carcaça e diminuir o tempo de terminação.
Abstract The viability for slaughtering steers of distinct breeds with four teeth at most, on different types of pasture (natural, fertilized and fertilized with overseeding) with winter species was evaluated. The experimental design was randomized blocks with three replicates (padlocks). Data were analyzed according to the seasons (winter and spring) and submitted to analyses of variance. Angus calves and crossbred calves were used, both 20 months of age on average. Total forage mass and the pasture height showed differences between pasture type and seasons. Carrying capacity rate and green forage mass showed interaction between pasture type and season. Yield per unit area during the experimental period was higher in fertilized (259 kg/ha) and oversown pasture (263 kg/ha) than natural pasture (126 kg/ha). Average live-weight gain was higher for the Angus steers (1.087 kg/day) and during the winter (1.251 kg/day). Rib eye area did not show statistical difference between the pasture type and breeds at slaughtering time. Fat thickness showed interaction according to pasture and breeds, where crossbred steers were fatter on fertilized pasture and Angus steers were fatter on oversow pasture. Crossbred animals got lower slaughtering weight (505 kg), yet higher carcass yields (51.6%). Only steers kept on natural pasture did not reach enough fatness for commercialization. The use of fertilizer and seed on the natural pasture allows for slaughtering young steers regardless of the breed. Pasture condition allows different productive performances according to the animal genetics used. Crossbreeding is an alternative to increase important attributes on carcass and to reduce the finishing phase duration.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science [recurso eletrônico]. Viçosa, MG. Vol. 40, n.9 (set. 2011), p. 2048-2057
Assunto Novilho de corte
Produção animal
[en] Average daily live-weight gain
[en] Biologic type
[en] Carcass quality
[en] Fat thickness
[en] Overseeding
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98424
Arquivos Descrição Formato
000865978.pdf (115.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.