Repositório Digital

A- A A+

A Inclusão de tecnologias digitais nas escolas do meio rural de Restinga Sêca, RS: o atlas geográfico eletrônico e escolar na perspectiva dos processos de ensino e aprendizagem

.

A Inclusão de tecnologias digitais nas escolas do meio rural de Restinga Sêca, RS: o atlas geográfico eletrônico e escolar na perspectiva dos processos de ensino e aprendizagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Inclusão de tecnologias digitais nas escolas do meio rural de Restinga Sêca, RS: o atlas geográfico eletrônico e escolar na perspectiva dos processos de ensino e aprendizagem
Outro título Inclusion of digital technologies en the rural schools of Restinga Sêca, RS : the Geographic atlas and electronic school the perspective of teaching and learning process
Autor Cirolini, Angélica
Orientador Rego, Nelson
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Alfabetização Cartográfica
Cartografia digital
Ensino de geografia
Restinga Seca (RS)
[en] Cartographic literacy
[en] Cartography school
[en] Digital cartography
[en] Electronic atlas
[en] Geography
[en] Geography teaching
Resumo No ensino da Geografia, a Cartografia preocupa-se com o leitor crítico e com o mapeador consciente, que valorizam a percepção e a compreensão do espaço geográfico. Os Parâmetros Curriculares Nacionais, reforçam a importância da Cartografia para obter informações e representar a espacialidade dos fenômenos geográficos. Os mapas devem ser introduzidos como instrumentos pedagógicos desde os primeiros anos do Ensino Fundamental e a alfabetização cartográfica ocorrerá de maneira gradativa, considerando o espaço circundante da experiência da criança, para ampliar, progressivamente, suas noções espaciais. O advento das tecnologias voltadas à educação e a inclusão digital nas escolas garantiram um ambiente de aprendizagem diferenciado e estimulante, fazendo com que as crianças participem, de forma ativa, na construção do seu conhecimento. A tecnologia deve ser mais um instrumento de ensino, que amplia as opções das ações didáticas e contribui, de forma interativa e prazerosa, no processo de ensino-aprendizagem. Os mapas digitais e os Atlas Eletrônicos Municipais surgem com uma proposta inovadora, pois motivam e convidam os discentes e docentes à prática de relacionar as representações espaciais e, também, oportunizam o estudo do espaço vivido, despertando no aluno maior interesse pelo estudo do espaço geográfico. Esta nova realidade escolar exige novos recursos didáticos, entre eles os Atlas Eletrônicos, sendo assim, é necessário aferir a eficiência destes Atlas e dos mapas interativos no processo de ensino e aprendizagem da Geografia no Ensino Fundamental. Nesta perspectiva, a presente pesquisa tem como finalidade avaliar os efeitos da inclusão de tecnologias digitais nas escolas, focalizando sua aplicação no ensino de Geografia e Cartografia no meio rural do município de Restinga Sêca, RS. Para tanto, foram envolvidos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental de quatro diferentes escolas da área rural do município: três municipais e uma estadual. Este estudo estruturou-se a partir de uma abordagem do aluno leitor de mapas e do aluno mapeador. Em ambas as abordagens, foram desenvolvidas propostas de atividades balizadas em temas da Cartografia Básica e da Cartografia Temática. A avaliação na vertente do aluno leitor de mapas demonstrou que nas escolas que já faziam uso do Atlas Eletrônico Municipal haviam maior facilidade em desenvolver as atividades, porém, nas escolas em que os estudantes não utilizavam o Atlas, existiam maiores dificuldades. Foi constatado então, que o Atlas proporcionou ganhos significativos, na medida em que os alunos sentiam-se mais estimulados, tornando suas aprendizagens mais consistentes, com índices de acertos aumentando gradativamente. Na vertente do aluno mapeador, os estudantes revelaram conhecimento da Geografia local e notou-se a influência do Atlas nas representações dos alunos, pois, quando instigados a construir mapas a partir de dados quantitativos, utilizaram os mesmos métodos de representação cartográfica contidos no referido recurso didático. Diante dos resultados obtidos, o Atlas Eletrônico foi considerado como um recurso tecnológico capaz de contribuir para a Cartografia Escolar e para o ensino da Geografia, afinal todos os avanços ligados a tecnologia e a ciências são reflexos das descobertas científicas da população e seu progresso cognitivo.
Abstract In the teaching of geography, cartography concerned with the critical reader and conscious mapper that value perception and understanding of geographical space. The National Curriculum Parameters, reinforce the importance of cartography for information and represent the spatiality of geographic phenomena. The maps should be introduced as educational tools since the early years of elementary school and cartographic literacy occur gradually, considering the space surrounding the child's experience to expand gradually their spatial notions. The advent of technologies related to education and digital inclusion in schools ensured a distinctive and stimulating environment for learning, causing children to participate, actively, in the construction of knowledge. Technology should be a tool for education, increasing the options of didactic actions and contributes, in an interactive and pleasurable way, in the teaching-learning process. The digital maps and Atlas Electronics Municipal arise with an innovative proposition, since motivate and invite students and teachers to the practice of relating spatial representations and also nurture the study of lived space, awakening in greater student interest in the study of geographic space. This new reality requires new school teaching resources, including the Electronic Atlas, so it is necessary to assess the efficiency of these Atlas and interactive maps in the learning and teaching of geography in elementary education process. In this perspective, the present study aims to evaluate the effects of the inclusion of digital technologies in schools, focusing on its application in the teaching of Geography and Cartography in the rural municipality of Restinga Sêca RS. For that, students of the sixth grade of elementary school in four different rural schools of the county: three municipal and state levels. This study was structured from a reader's approach to student questions and student Mapper. In both approaches, proposed activities buoyed on topics of Basic Cartography and Thematic Mapping were developed. The present review on the reader student maps showed that in schools that were already using the Electronic Municipal Atlas had greater ease in developing the activities, however, in schools where students did not use the Atlas, there were major difficulties. Then it was found that the Atlas has provided significant gains in that students felt more stimulated, making their learning more consistent with gradually increasing rates of correct answers. In terms of student mapper students showed knowledge of the local geography and noted the influence of the Atlas in the representation of students, because when urged to build maps from quantitative data, used the same methods of cartographic representation contained in said teaching resource. Based on these results, the Electronic Atlas was considered as a technological resource that can contribute to the School Cartography and teaching of geography, after all the advances related science and technology are reflections of the scientific discoveries of the population and their cognitive progress.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/98584
Arquivos Descrição Formato
000918959.pdf (10.42Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.