Repositório Digital

A- A A+

Enfrentamento de desastres naturais : o uso de um coping coletivo

.

Enfrentamento de desastres naturais : o uso de um coping coletivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Enfrentamento de desastres naturais : o uso de um coping coletivo
Outro título Dealing with natural disasters : the use of collective coping
Outro título Afrontamiento de desastres naturales : el uso de un coping colectivo
Autor Krum, Fernanda Menna Barreto
Bandeira, Denise Ruschel
Resumo Os desastres naturais estão, atualmente, entre os mais comuns tipos de trauma. O impacto sofrido pelos indivíduos e pela comunidade atingida gera inúmeras respostas emocionais, tornando imperativa a mobilização de esforços para lidar com o evento. Esses são entendidos como estratégias de coping utilizadas para adaptar-se a situações estressoras. Muitos modelos e classificações foram propostos para explicar este conceito, entretanto a maioria permanece com uma percepção individual do processo. O modelo multi-axial de coping de Hobfoll traz uma perspectiva social ao fenômeno, vinculando o indivíduo ao contexto em que está inserido. Nesse sentido, sugere-se uma alternativa de entendimento do coping de vítimas de desastres naturais, propondo o conceito de coping coletivo.
Abstract Natural disasters are currently among the most common sources of trauma. Their impact on the community and its individuals cause a variety of emotional responses, which leads to an urgent need of mobilizing efforts to deal with such events. These efforts are understood as the coping strategies one uses to adapt to a stressful situation. Many models and classifications were proposed to explain this concept, but the majority remains with an individual perception of the process. The Hobfoll‘s multi-axial model of coping gives a social perspective for this phenomenon, linking the individual with his(er) context. Through this model, an alternative understanding of the coping process of victims of natural disasters is suggested: the concept of collective coping.
Resumen Actualmente, los desastres naturales son los más comunes entre los diferentes tipos de trauma. El impacto sufrido por las personas y por la comunidad afectada genera innumeras respuestas emocionales, haciendo imperativo movilizar recursos para hacer frente al evento. Esos son entendidos como estrategias de coping utilizadas para adaptarse a situaciones de estrés. Muchos modelos y clasificaciones fueron propuestos para explicar este concepto, sin embargo la mayoría permanece con una percepción individual del proceso. El modelo multiaxial de coping de Hobfoll trae una perspectiva social al fenómeno vinculando el individuo al contexto en el que está inserido. En este sentido, se sugiere una alternativa de entendimiento del coping de víctimas de desastres naturales, proponiendo el concepto de coping colectivo.
Contido em Paidéia : cadernos de educação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto, SP. Vol. 18, n.39 (2008),p. 73-84
Assunto Desastres naturais
Enfrentamento
Estresse
[en] Coping styles
[en] Natural disasters
[en] Social environments
[es] Ambiente social
[es] Desastres naturales
[es] Estilos de enfrentamiento
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98786
Arquivos Descrição Formato
000719827.pdf (56.80Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.