Repositório Digital

A- A A+

Olimpíadas de ciências : uma prática em questão

.

Olimpíadas de ciências : uma prática em questão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Olimpíadas de ciências : uma prática em questão
Outro título Science olympiads : a practice in question
Autor Santos, Flavia Rezende Valle dos
Ostermann, Fernanda
Resumo Neste trabalho questionamos a prática das olimpíadas escolares como uma das medidas de Estado que, pretensamente, visam à melhoria do ensino nas escolas públicas e, mais fortemente, as olimpíadas das ciências naturais, área de conhecimentos historicamente excludente. Com base na perspectiva histórico-cultural sobre aprendizagem, argumentamos contra a competitividade e a favor da colaboração nos processos educativos. A partir de análises da desigualdade escolar balizadas pela sociologia da educação, colocamo-nos contra a competição injusta entre estudantes já pré-selecionados por seu capital cultural. Defendemos que a interação, a colaboração e a democracia são valores defensáveis tanto do ponto de vista cognitivo ou educativo quanto do ponto de vista da formação humana. Concluímos sobre a necessidade de se investir em políticas que não sirvam apenas como tapa-buraco das condições ainda precárias da escola pública brasileira e que fomentem valores que possam produzir transformações na sociedade desigual em que vivemos.
Abstract In this work we question the scholarly olympiads as one of the government policies that, at a first glance, intend to improve the teaching in public schools and, with more emphasis, the olympiads in natural science, a historically excluded knowledge field. Based on the historical-cultural perspective of learning, we argue against competitiveness and for cooperation and democracy in the educational processes. From an analysis of scholar inequality directed by the sociology of education, our position is against unfair competition among students pre-selected by their cultural background. We argue that interaction, collaboration and democracy are relevant values both from cognitive or humanist points of view. We conclude with the need to invest in policies that do not serve only as a stopgap to the still precarious conditions of the Brazilian public schools but to promote other values which can produce changes in the unequal society that we live in.
Contido em Ciência & educação. Bauru. Vol. 18, n. 1 (2012), p. 245-256
Assunto Ensino de ciências
Olimpíadas científicas
Política educacional
[en] Competitivity
[en] Educational policy
[en] School olympiad
[en] Science teaching
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98895
Arquivos Descrição Formato
000827426.pdf (127.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.