Repositório Digital

A- A A+

Adaptation and validation of The Hope Index for brazilian adolescents

.

Adaptation and validation of The Hope Index for brazilian adolescents

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptation and validation of The Hope Index for brazilian adolescents
Outro título Adaptação e validação da The Hope Index para adolescentes brasileiros
Autor Pacico, Juliana Cerentini
Zanon, Cristian
Bastianello, Micheline Roat
Hutz, Claudio Simon
Abstract This study aimed at adapting and validating the Staats Hope Index for Brazilian adolescents. Participants were 450 high school students aged from 14 to 18 years old being 56% females. They responded to the Staats Hope Index, Adult Dispositional Hope Scale, Revised Life Orientation Test (LOT-R) and Rosenberg Self-Esteem Scale. A factor analysis extracted two factors, replicating the structure of the original scale. Coefficients alphas were .83 and .81, for each factor, respectively. The correlations of the Hope Index factors with dispositional hope, optimism and self-esteem were similar to the findings reported in the literature and indicated convergent validity. The results indicate that the Hope Index is valid to be used in Brazil and that hope is perceived similarly by Brazilians and Americans despite of some cultural differences.
Resumo O objetivo deste estudo foi adaptar e validar a escala The Hope Index para adolescentes brasileiros. Participaram 450 estudantes do ensino médio, sendo 56% do sexo feminino. As idades variaram entre 14 e 18 anos. Os instrumentos utilizados foram the Hope Index, Adult Dispositional Hope Scale, Revised Life Orientation Test (LOT-R) e Rosenberg Self-esteem Scale. A análise fatorial revelou duas dimensões, conforme a estrutura original da escala com valores do coeficiente alfa de 0,83 e 0,81. As correlações dos fatores da escala The Hope Index com esperança disposicional, otimismo e autoestima foram similares aos achados da literatura e indicam validade convergente. Esses resultados indicam que a escala é válida para uso no Brasil e que Brasileiros e Americanos percebem a esperança de modo similar, apesar de algumas diferenças culturais.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 24, n.4 (out/dez. 2011), p. 666-670.
Assunto Esperanca
Otimismo
Psicologia : Testes
Psicologia positiva
Validade do teste
[en] Hope
[en] Optimism
[en] Positive psychology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98914
Arquivos Descrição Formato
000822554.pdf (332.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.