Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da ansiedade e do viés de atenção no canal visual para estímulos emocionais em uma amostra não clínica

.

Avaliação da ansiedade e do viés de atenção no canal visual para estímulos emocionais em uma amostra não clínica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da ansiedade e do viés de atenção no canal visual para estímulos emocionais em uma amostra não clínica
Outro título Assessment of anxiety and attentional bias in the visual channel toward emotional stimuli in a non-clinical sample
Autor Melo, Wilson Vieira
Oliveira Junior, Alcyr Alves de
Peixoto, Marjana da Silva
Araujo, Lisiane Bizarro
Resumo A ansiedade vem sendo estudada como fator capaz de influenciar a atenção visual seletiva em experimentos como a Visual Probe Detection Task (VPDT). Este estudo objetivou comparar o viés de atenção para imagens emocionais em pessoas com diferentes níveis de ansiedade de traço e estado usando a VPDT. Oitenta e dois estudantes universitários responderam ao IDATE. Na VPDT, utilizaram-se 12 pares de imagens com alto nível de ativação e valência negativa, pareadas com imagens controles neutras, do International Affective Picture System (IAPS). Os estímulos eram apresentados durante 200 m. O viés de atenção não foi diferente entre os participantes com baixos e altos níveis de ansiedade de traço e estado. Tais resultados indicaram que elas não são importantes para o viés de atenção para estímulos negativos com altos níveis de ativação. Além disso, é possível que o viés de atenção para estímulos ansiogênicos seja observado apenas em populações clínicas.
Abstract Assessment of anxiety and attentional bias in the visual channel toward emotional stimuli in a non-clinical sample. Anxiety has been observed as a factor capable to influence the visual selective attention in experiments such as the Visual Probe Detection Task (VPDT). This study aimed to compare the attentional bias to emotional images in people with different levels of trait and state anxiety using a VPDT. Eighty-two undergraduate students performed VPDT and answered the State and Trait Anxiety Inventory. In VPDT, 12 pairs of images from International Affective Picture System (emotional image with high arousal level and negative valence/ and one control, neutral) were presented during 200 m. There was no attentional bias difference between the participants neither with low nor high levels of trait or state of anxiety. These results indicated that trait or state anxiety might not be important to attentional bias to negative and arousing visual stimuli. It is possible that just clinical populations with anxiety disorders often show attentional bias to anxiogenic stimuli.
Contido em Estudos de psicologia (Natal). Vol. 17, n. 1 (jan./abr. 2012), p. 107-114
Assunto Ansiedade
Atenção seletiva
Estudantes universitarios
[en] Anxiety
[en] Selective attention
[en] Visual probe detection task
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98925
Arquivos Descrição Formato
000863105.pdf (262.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.