Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da resiliência : controvérsia em torno das escalas

.

Avaliação da resiliência : controvérsia em torno das escalas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da resiliência : controvérsia em torno das escalas
Outro título Resilience assessment : controversies about the use of scales
Autor Reppold, Caroline Tozzi
Mayer, Jeferson Charles
Almeida, Leandro S.
Hutz, Claudio Simon
Resumo Resiliência é um construto que descreve a capacidade de um indivíduo superar, com relativo sucesso, condições adversas ou situações que envolvem risco ao seu bem-estar, desenvolvimento e saúde mental. Alguns pesquisadores da área interpretam essa definição como uma indicação de que a resiliência é similar a outras variáveis de ajustamento e presumem a sua estabilidade temporal. Isso leva sua avaliação a ser feita frequentemente através de escalas autoadministradas, por vezes questionáveis em termos de sua precisão e validade. Este artigo discute a abrangência e o histórico da resiliência psicológica e as várias formas de sua avaliação. Mais especificamente, o objetivo deste artigo é apresentar argumentos contra a pertinência da utilização de escalas de autorrelato para a mensuração da resiliência, considerando-se o caráter relacional, processual e contextual desse construto. Para tanto, instrumentos disponíveis na literatura para avaliação da resiliência são revisados e discutidos, apontando orientações para a pesquisa na área.
Abstract Resilience is a construct which describes the capacity of individuals to overcome, with relative success, adverse conditions or risky situations to their well-being, development, and mental health. Some researchers interpret this definition as an indication that resilience is similar to some other adjustment variables and they assume that it presents temporal stability. Resilience is frequently assessed using self-report scales, which may also present validity and reliability problems. The present paper discusses the history and the comprehensiveness of psychological resilience and the different ways of evaluating it. More specifically, the objective of this study is to present arguments against the use of self-report scales to measure resilience, because of the relational, processual and contextual character of such construct. The main instruments available in the literature are reviewed and discussed and new directions for research in the area are suggested.
Contido em Psicologia: reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 25 n.2 (abr./jun. 2012) p. 248-255.
Assunto Avaliação psicológica
Psicologia : Testes e medidas
Psicometria
[en] Measuring
[en] Psychological assessment
[en] Resilience
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/98963
Arquivos Descrição Formato
000859713.pdf (343.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.