Repositório Digital

A- A A+

A integralidade no cuidado à saúde materno-infantil em um contexto rural : um relato de experiência

.

A integralidade no cuidado à saúde materno-infantil em um contexto rural : um relato de experiência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A integralidade no cuidado à saúde materno-infantil em um contexto rural : um relato de experiência
Outro título Integrality in the care provided for maternal and child health in a rural context : an experience report
Autor Beheregaray, Lívia Rocha
Gerhardt, Tatiana Engel
Resumo Trata-se de um relato de experiência sobre a prática da integralidade em saúde na assistência à população materno-infantil do meio rural em um município do sul do Brasil. As reflexões são oriundas de uma pesquisa sobre a saúde nutricional e o contexto de vida do universo de crianças menores de cinco anos residentes nesse contexto. Tem como base as anotações em diário de campo. Constatou-se que a população rural vive em condição de desvantagem, uma vez que os serviços e a atenção à saúde são quase exclusivamente projetados para a população urbana. Ainda, o modelo assistencial e o processo de trabalho desenvolvido dificultam a prática da integralidade. Essa situação é traduzida por questões que envolvem o acesso, o acolhimento, o vínculo e a responsabilização por parte dos profissionais. Dessa forma, parece necessário repensar a saúde da população rural desenvolvendo políticas específicas às peculiaridades epidemiológicas e culturais, serviços acessíveis geograficamente e atendidos por equipes que desempenham cuidado acolhedor e resolutivo.
Abstract This is an experience report on the practice of integrality in health in the assistance provided for the mother-child population in the rural area of a city in south Brazil. The reflections come from research on the nutritional health and context of life in the universe of children who are under five years old and live in the countryside. It is mainly based on field notes. It was observed that the rural population lives in conditions of disadvantage, since the healthcare services and assistance are designed almost exclusively for the urban population. Also, the assistance model and the developed working process hinder the practice of integrality. This situation is translated by questions that involve the access, sheltering, bond and responsibility on the part of professionals. Thus, it is necessary to re-think the rural population’s health, developing specific policies targeted at the epidemiological and cultural characteristics, in order to have geographically accessible services, assisted by teams which provide a receptive and efficient care.
Contido em Saúde e sociedade. São Paulo. Vol. 19, n. 1 (jan./mar. 2010), p. 201-212
Assunto Integralidade em saúde
Saúde da população rural
Saúde materno-infantil
Saúde pública
[en] Integrality
[en] Maternal and Child Health
[en] Public Health
[en] Rural Population
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/99079
Arquivos Descrição Formato
000739022.pdf (115.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.