Repositório Digital

A- A A+

Escore de cálcio coronariano, índice tornozelobraquial e proteína C reativa em tabagistas pesados com doença pulmonar obstrutiva crônica e com espirometria normal

.

Escore de cálcio coronariano, índice tornozelobraquial e proteína C reativa em tabagistas pesados com doença pulmonar obstrutiva crônica e com espirometria normal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Escore de cálcio coronariano, índice tornozelobraquial e proteína C reativa em tabagistas pesados com doença pulmonar obstrutiva crônica e com espirometria normal
Autor Ferreira, Maria Angelica Pires
Orientador Knorst, Marli Maria
Co-orientador Moreira, Leila Beltrami
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Doença pulmonar obstrutiva crônica
Doenças cardiovasculares
Hábito de fumar
Proteína C
[en] Ankle-brachial index
[en] Atherosclerosis
[en] Cardiovascular disease
[en] Chronic obstructive pulmonary disease
[en] Coronary-artery calcium score
[en] Smoking
Resumo INTRODUÇÃO. Estudos de qualidade variável mostram maior prevalência de doença cardiovascular e de marcadores de aterosclerose em tabagistas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) em relação a tabagistas sem a doença. OBJETIVOS. Verificar se escore de cálcio coronariano (ECC) elevado e anormalidade do índice tornozelo-braquial (ITB) são mais prevalentes em tabagistas pesados com DPOC do que sem DPOC, e se proteína C reativa sérica (PCR) e volume expiratório forçado no primeiro segundo em relação ao previsto (VEF1%) se correlacionam com ECC e ITB em tabagistas com e sem DPOC. POPULAÇÃO E MÉTODOS. Foram incluídos indivíduos consecutivos com carga tabágica @ 20 maços-ano. Os pacientes foram divididos em grupo 1 (com DPOC) e grupo 2 (assintomáticos respiratorios com espirometria normal). Coletaram-se dados clínicos, laboratoriais e antropométricos e determinados ECC, ITB e PCR sérica. Comparouse a prevalência de ECC acima do percentil 75 e de ITB anormal entre os grupos, e verificou-se a correlação entre PCR, ECC e ITB e entre VEF1%, ECC e ITB.
Abstract BACKGROUND. Studies of various quality levels show higher prevalence of cardiovascular disease and atherosclerosis markers in smokers with chronic obstructive pulmonary disease (COPD) compared to smokers without the disease. OBJECTIVES. The aims of this study were, firstly, to verify whether an elevated coronary calcium score (CCS) and abnormal ankle-brachial index (ABI) are more prevalent in heavy smokers with COPD than in those without COPD, and secondly, to investigate whether serum C-reactive protein (CRP) and predicted forced expiratory volume in the first second (FEV1%) are correlated with CCS and ABI in smokers with and without COPD. METHODS. We included clinically stable consecutive individuals with smoking history of @ 20 pack-years and COPD (group 1) or normal spirometry (group 2). Clinical, laboratory and anthropometric data were collected and CCS, ABI and serum CRP were measured. We compared the prevalence of CCS above the 75th percentile and the rates of abnormal ABI in both groups. Additionally, the correlation between CRP, CCS and ABI and FEV1%, CCS, and ABI was determined.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/99172
Arquivos Descrição Formato
000930670.pdf (493.4Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.