Repositório Digital

A- A A+

Eletroestimulação na cicatrização de feridas cutâneas experimentais em coelhos

.

Eletroestimulação na cicatrização de feridas cutâneas experimentais em coelhos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Eletroestimulação na cicatrização de feridas cutâneas experimentais em coelhos
Outro título Electrical stimulation in experimental wound healing in rabbits
Autor Beheregaray, Wanessa Kruger
Gianotti, Giordano Cabral
Leal, Juliano de Souza
Garzez, Tuane
Contesini, Emerson Antônio
Resumo Feridas cutâneas crônicas e complicadas são frequentemente encontradas na rotina da medicina veterinária e, muitas vezes, transformam os tratamentos em verdadeiro desafi o. A eletroterapia tem sido indicada como alternativa aos tratamentos convencionais, devido à sua capacidade de promover cicatrização. O objetivo deste trabalho é relatar um ensaio experimental utilizando a eletroestimulação (ES) na cicatrização de feridas cutâneas em coelhos. Para tanto, foram utilizados 10 coelhos Nova Zelândia, machos, hígidos, submetidos à anestesia geral para a indução experimental de duas feridas cutâneas de 1cm2 localizadas no dorso, caudal à borda das escápulas. As lesões foram higienizadas com solução salina 0,9%, sendo a do lado direito tratada por ES e a do lado esquerdo, como controle. Para ES utilizou-se a frequência de 60Hz, por 10 minutos a cada dois dias, sendo aplicadas quatro agulhas de acupuntura em pontos equidistantes ao redor da lesão, a 0,5cm da borda. Os animais foram divididos em dois grupos, de oito e de 15 dias, conforme o período de tratamento e avaliação macroscópica e histopatológica. Não houve diferença signifi cativa no tempo de cicatrização das lesões tratadas com ES. Porém, apresentaram qualidade tecidual, tanto na avaliação macro quanto microscópica, superior às do grupo controle. Com isso, é possível indicar a ES como tratamento de feridas cutâneas, por ser uma técnica efi ciente, de fácil aplicação e de relativo baixo custo.
Abstract Chronic skin wounds are frequently found in veterinary medicine routine and it becomes a challenge for clinicians. Sometimes the treatment routinely used end up failing. The electrotherapy has been indicated as an alternative to conventional treatments because of its ability to promote healing. The aim of this paper is to report an experimental study using electrical stimulation (ES) in wound healing in rabbits. It was evaluated 10 healthy New Zealand rabbits that were submitted to general anesthesia for resection of two wounds with 1cm2 located in both sides of the back behind the scapula edge. It was determinate that the right wound would be treated by ES and the left would be used as a control, both cleaned with solution of NaCl 0,9%. The frequency used to ES was 60Hz for 10 minutes every two days, being applied by acupuncture needles in four equidistant points around the lesion, to 0.5cm from the edge. The animals were divided in one group of 15 days and another one of 8 days for treatment and macroscopic and histopathological evaluation. The results showed that the lesions treated by ES do not have signifi cant difference in healing time. However, those treated had higher scarring macroscopic and microscopic quality than the control group. Therefore, it is possible to indicate the use of ES as a skin wounds treatment, whereas it was demonstrated to be an effective technique, easy to use and has relatively low cost.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 44, n.5 (maio 2014), p. 878-883
Assunto Cirurgia veterinária : Coelhos
Eletroterapia
[en] Electrotherapy
[en] Scar
[en] Skin repair
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/99325
Arquivos Descrição Formato
000929857.pdf (142.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.