Repositório Digital

A- A A+

Nível crítico de dano de papuã em feijão-comum

.

Nível crítico de dano de papuã em feijão-comum

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Nível crítico de dano de papuã em feijão-comum
Outro título Critical density of alexander grass in common bean
Autor Kalsing, Augusto
Vidal, Ribas Antonio
Resumo Os objetivos do presente trabalho foram estimar níveis críticos de dano de papuã (Urochloa plantaginea) em feijão-comum, em situações onde a planta daninha foi manejada precocemente e ocorreu reinfestação, e avaliar as alterações que sofre em decorrência de cultivares de feijão-comum e variáveis explicativas da infestação. Foram realizados dois experimentos em campo, em Eldorado do Sul, RS, sendo um com o cultivar UFT-06 (grupo Carioca) e o outro com o cultivar IPR Graúna (grupo Preto). Os níveis de infestação de papuã foram obtidos com quatro herbicidas residuais, aplicados em duas doses cada, mais testemunhas com e sem controle de papuã. A densidade, massa fresca e massa seca do papuã foram avaliadas no início e no final do período crítico de prevenção da interferência, e o rendimento de grãos da cultura foi avaliado por ocasião da colheita. O nível crítico de dano de papuã não teve valor elevado nessa situação (0,4 a 0,7%); todavia, pode haver benefício em controlá-lo de acordo com a infestação e o custo de controle. O nível crítico de dano foi sempre maior para o cultivar IPR Graúna, em relação ao UTF-06. A densidade e as massas fresca e seca das plantas de papuã explicaram adequadamente a perda de produção de feijão-comum pelo modelo de regressão não linear da hipérbole retangular.
Abstract The objectives were to estimate the magnitude of the critical density of alexander grass (Urochloa plantaginea) in common bean, in cases where this weed was managed in early stage of crop and occurred reinfestation, and the changes its suffer as a result of different cultivars and variables of alexander grass infestation. Two field experiments were conducted at Eldorado do Sul, RS/Brazil, one cultivated with the bean cultivar UFT-06 (red group) and the other IPR Graúna (black group). The levels of alexander grass infestation were obtained with four residual herbicides, applied at two rates in crop preemergence, and plots with and without weed control. The density, fresh mass and dry mass of alexander grass were evaluated during the critical weed-bean competition period, and the crop yield was evaluated at harvest. The critical density of alexander grass in common bean was not high in this situation (0.4 to 0.7%); however, there may be benefit in weed control according to the level of infestation and cost control. The critical density was always higher for the cultivar IPR Graúna, in relation to UTF-06. The density, fresh mass and dry mass of alexander grass explained adequately the grain yield loss of common bean crop by the nonlinear hyperbolic regression model.
Contido em Planta daninha. Viçosa, MG. Vol. 31, n. 4, (out./dez. 2013), p. 843-850
Assunto Erva daninha
Feijao
Papuã
[en] Brachiaria plantaginea
[en] Economic threshold
[en] Integrated weed management
[en] Phaseolus vulgaris
[en] Urochloa plantaginea
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/99328
Arquivos Descrição Formato
000922156.pdf (232.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.