Repositório Digital

A- A A+

Adolescência, drogadição e políticas públicas : recortes no contemporâneo

.

Adolescência, drogadição e políticas públicas : recortes no contemporâneo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adolescência, drogadição e políticas públicas : recortes no contemporâneo
Autor Raupp, Luciane Marques
Orientador Milnitsky-Sapiro, Clary
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Abuso de drogas
Adolescente
Políticas públicas
Terapia
[en] Adolescence
[en] Drug-addiction
[en] Public pol
Resumo O abuso de álcool e outras drogas por adolescentes é considerado, atualmente, um grave problema de saúde pública. Devido à complexidade que envolve essa questão, considera-se que a mesma extrapola o campo da saúde pública, exigindo um olhar interdisciplinar, tanto na investigação de suas condições de surgimento, quanto na produção de respostas de enfrentamento. Para lidar com essa problemática, faz-se necessário compreender a adolescência de hoje como uma operação de passagem (Rassial,1997) e uma “crise psíquica” (Melman, 1995), na qual a busca por referências ocupa um lugar fundamental. Atualmente, esse processo se desenvolve em um contexto social no qual os valores vigentes se colam a padrões de consumo marcados pelo individualismo e pela instantaneidade, confundindo as novas gerações pela falta de referências (Bauman, 1998, 2001; Milnitsky-Sapiro, 2005). Nesse contexto de hedonismo, consumismo e referenciais voláteis, o abuso de drogas pode surgir como um caminho para o alívio das tensões inerentes ao processo adolescente e como uma fuga da invisibilidade pela via do consumo, realizando simbolicamente o ideal de nossa sociedade (Conte, 1998). O presente trabalho tomou serviços de tratamento a adolescentes usuários de drogas como objeto de pesquisa, refletindo sobre as concepções que norteiam suas práticas e a forma pela qual as políticas públicas que prescrevem o campo se apresentam, ou não, em seus programas. O contexto destas instituições, suas práticas e referenciais são problematizados, juntamente com trechos de entrevistas nas quais se buscou “dar voz” aos adolescentes em tratamento nesses locais, visando saber o que pensam e como avaliam o tratamento recebido. Também foram entrevistados profissionais que trabalham nesses serviços. Como método de pesquisa utilizou-se a Descrição Etnográfica da instituição, diálogos informais, observações e consultas documentais (Milnitsky-Sapiro, 2001). Para análise dos dados procedeu-se à Análise de Conteúdo (Bardin, 1977; Milnitsky-Sapiro, 2001) do material consultado e das narrativas dos entrevistados. Os resultados desse estudo indicam uma defasagem entre o que é preconizado pelas políticas públicas e as práticas dos serviços de tratamento. Dos três serviços pesquisados, apenas um se adequava às orientações das principais políticas que regulam o setor, apesar de possuir limitações principalmente relacionadas à escassez de recursos para qualificar e ampliar o alcance de sua atuação. Como conclusão, aponta-se o fato de que as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Sistema Único de Saúde, entre outras, continuarão na instância teórica enquanto não houver propostas de adequação dos serviços e de capacitação dos profissionais que trabalham com esse público, visando qualificá-los a atender as especificidades do processo adolescente no contexto atual.
Abstract Presently, drugs abuse by adolescents is considered a serious problem of Public Health.Due to the complexity involving this question, it´s been considered it overflows the public health field. It demands an interdisciplinar view as to investigate its origins as to produce answers to face it. In order to deal with this problem, we need to comprehend adolescence as a stage between childhood and adulthood (Rassial, 1997) and a psychic crisis (Melman, 1995) in which people search for references. Nowadays, this process develops in a social context in which ordinary values are attached to comsumption patterns identified with individualism and instantaneously. It confuses new generations by the lack of references (Bauman, 1998, 2001; Milnitsky-Sapiro, 2005). In this hedonism, consumism and weak references context, drugs abuse can emerge as a way to throw tensions away, as a way adolescents generally use in their process, and as a scape from invisibility by consumption, achieving simbolically our society ideal (Conte, 1998). The present work took three public institutions that accept adolescents for treatment of drug abuse as research object, thinking about the conceptions that they use in their work and the way in which public politics that surround this field are presented or not in their programs. These institutions context, their practices and the theories they use are inquired, with interviews sections in which it was wanted to “give voice” to adolescents that were being treated in this places. It was wanted to know what they think about and how they evaluate the treatment they receive. Professionals that work in these services were also interviwed. As research method, it was used Etnographic Description of the institution, informal dialogues, observations and document consulting (Milnitsky-Sapiro, 2001). In order to analyse the data it was used Subject Analysis (Bardin, 1977; Milnitsky-Sapiro, 2001) of consulted material and interviewed people narratives. Our results indicate a gap betwen what is actually assumed by the public policies and the reality of the services. From the three services researched, only one was adequate to the orientations of the main public politics that regulate this sector, in spite of having limitations related to few resources to qualificate and extend its action. As a conclusion, it is mentioned that main proposals of ECA and SUS will continue in the theoric field while they don´t have adecquation proposals for the services and qualification for professionals that work with this people to deal with specific issues of adolescents process in nowadays context.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/9985
Arquivos Descrição Formato
000554400.pdf (458.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.