Show simple item record

dc.contributor.advisorAlmeida, Sabrina Esteves de Matospt_BR
dc.contributor.authorFritsch, Hegger Machadopt_BR
dc.date.accessioned2016-11-12T02:14:58Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/149605pt_BR
dc.description.abstractA situação epidemiológica da epidemia de HIV-1 da região Sul do Brasil é peculiar: além de apresentar as maiores taxas de incidência e mortalidade, no sul do país, há alta frequência de subtipo C co-circulando com o subtipo B, o que por sua vez levou a origem da forma recombinante CRF31_BC. Recentemente, essa forma recombinante, antes descrita apenas em Porto Alegre, foi identificada em cidades do interior e em outros estados brasileiros, sugerindo um processo de expansão. Em vista destes novos dados, investigações que visem descrever cidade de origem, rotas de dispersão e história demográfica da epidemia da CRF31_BC fazem-se necessários. O dataset analisado aqui foi composto de sequencias disponíveis em bancos de dados públicos e de sequências novas geradas a partir de uma amostragem em cidades do interior do RS e SC. O padrão de recombinação analisado por Bootscanning e confirmado por inferência filogenética. Árvores em escala de tempo foram inferidas por análise Bayesiana, no programa BEAST, utilizando-se os modelos Bayesian Skyline, GTR+G4+I e relógio molecular relaxado não correlacionado. Para realizar as análises demográficas foi testado o melhor modelo de crescimento populacional e as análises filogeográficas foram executadas utilizando-se o modelo de transição assimétrico com BSSVS. Nossas análises reconstruíram a origem da CRF31_BC para o ano de 1985 (1978-1989 95%HPD), muito provavelmente na cidade de Porto Alegre. As análises filogeográficas indicaram Porto Alegre como centro de dispersão da CRF31_BC para o interior do estado, bem como para outros estados brasileiros. Foi possível observar também que algumas cidades já apresentam epidemias autossustentadas. Esta forma recombinante tem seu crescimento descrito pelo modelo logístico, com um aumento exponencial nos primeiros 7,5 anos de epidemia e estabilização do crescimento a partir de 1992. O presente estudo destaca o papel de Porto Alegre como local de origem da forma recombinante CRF31_BC e no processo de disseminação dessa variante do HIV-1 pelo Brasil. Estudos anteriores já haviam reportado Porto Alegre como centro de dispersão do subtipo C pelo Brasil, o que juntamente com nossos resultados destaca a importância do monitoramento da epidemia do HIV-1 nesta cidade e do desenvolvimento de políticas de saúde pública para diminuir a incidência de Aids.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectHIVpt_BR
dc.subjectDispersãopt_BR
dc.subjectVíruspt_BR
dc.subjectRecombinacao geneticapt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.titleAnálise da filogeografia e história demográfica da forma recombinante CRF31_BC do HIV-1 no Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coGräf, Tiagopt_BR
dc.identifier.nrb001006430pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.degree.graduationBiomedicinapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record