Show simple item record

dc.contributor.authorSchuch, Felipe Barretopt_BR
dc.contributor.authorDias, Caroline Piettapt_BR
dc.contributor.authorKruel, Luiz Fernando Martinspt_BR
dc.contributor.authorTiggemann, Carlos Leandropt_BR
dc.date.accessioned2016-12-24T02:18:01Zpt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.issn1807-5509pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/150304pt_BR
dc.description.abstractO objetivo do presente estudo foi de avaliar os efeitos do treinamento de força, com prescrição baseada na percepção de esforço, nos sintomas depressivos e na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) de idosas. Participaram do estudo 24 idosas (idade de 65,6 ± 4,5 anos), submetidas a um treinamento de força duas vezes por semana, durante 12 semanas com intensidade prescrita através da escala de percepção de esforço de BORG. Utilizou-se a escala de depressão geriátrica (EDG) de para rastreio de depressão e avaliação dos sintomas depressivos. Para avaliação da QVRS, utilizou-se o Questionário de Qualidade de Vida Short Form-36 (SF-36). Para comparação das variáveis pré e pós-treinamento foi utilizado o teste de Wilcoxon. Foi encontrada uma redução dos sintomas depressivos, bem como da frequência de idosas com pontuação indicativa de episódio depressivo atual, após o treinamento de força. Para a QVRS, foram encontradas melhoras nas subescalas de capacidade funcional, estado geral da saúde, vitalidade e saúde mental. O treinamento de força, baseado na percepção de esforço, foi um método efetivo para uma redução nos sintomas de depressivos das participantes bem como para melhora da QVRS relacionada à saúde nas seguintes subescalas do SF-36: vitalidade, capacidade funcional, estado geral da saúde e saúde mental em idosas.pt
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofRevista brasileira de educação física e esporte : Brazilian journal of physical education and sport. São Paulo. Vol. 29, n. 2 (abr./jun. 2015), p. 189-196pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectDepressãopt_BR
dc.subjectExercíciopt_BR
dc.subjectMulherespt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectTreinamento de forçapt_BR
dc.subjectEnvelhecimentopt_BR
dc.titleTreinamento de força diminui os sintomas depressivos e melhora a qualidade de vida relacionada a saúde em idosaspt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000973697pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record