Show simple item record

dc.contributor.advisorVigo, Álvaropt_BR
dc.contributor.authorBressel, Mathias Azevedo Bastianpt_BR
dc.date.accessioned2009-07-17T04:13:33Zpt_BR
dc.date.issued2008pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/16365pt_BR
dc.description.abstractObjetivo: O número necessário de participantes em uma metanálise (i.e. tamanho da informação) deve ser pelo menos do mesmo tamanho que um ensaio clínico com poder adequado e deve ser corrigido para heterogeneidade (tamanho ótimo da informação corrigido para heterogeneidade - TOIH). Análises seqüenciais podem reduzir o risco de erro aleatório devido aos múltiplos testes aplicados, avaliando se a metanálise atinge o tamanho da informação através dos limites de monitorização. Isso é análogo aos limites seqüenciais de monitorização de um estudo individual. Aplicamos este método para avaliar se as evidências das intervenções farmacológicas para prevenção de nefropatia induzida por contraste (NIC) são conclusivas e definitivas. Fonte de dados: MEDLINE e referências de revisões sistemáticas prévias. Seleção de estudos: Incluímos ensaios clínicos randomizados (ECR), controlados por placebo, que avaliaram a eficácia de uma intervenção farmacológica para prevenção de NIC. Extração de dados: Qualidade dos estudos, características das intervenções e incidência de NIC. Resultados: Incluímos 51 artigos (40 estudos com N-acetilcisteína, 5 estudos com teofilina, 4 estudos com dopamina, 3 estudos com fenoldopam e 2 estudos com furosemida) e realizamos 5 metanálises separadas (uma para cada intervenção). A maioria dos estudos era de baixa qualidade metodológica (40,4% eram duplo-cego, 25% tinham sigilo da lista de alocação e 15,4% reportaram análise com intenção de tratar). Para cada uma das 5 metanálises, estimamos o tamanho da informação (TOIH) considerando um poder de 90%, alfa de 1%, e uma redução de risco relativo de 30%. Monitoramos os resultados dessas metanálises gerando uma análise interina após a inclusão de cada um dos estudos, avaliando os resultados usando análise seqüencial com os limites de Lan- DeMets. Nenhuma das metanálises cumulativas alcançou o tamanho da informação necessário ou cruzou os limites de monitorização. Conclusões: As metanálises dos estudos avaliando as intervenções farmacológicas para prevenção de NIC não conseguiram atingir o tamanho de informação necessário para obtermos uma resposta confiável e conclusiva. Mais estudos com tamanho de amostra maior e de melhor qualidade metodológica são necessários.pt_BR
dc.description.abstractBackground and Objective: The required number of participants in a meta-analysis (i.e. information size) should be at least as large as an adequately powered single trial and must be corrected for heterogeneity (heterogeneity corrected optimal information size - HOIS). Trial sequential analysis (TSA) may reduce risk of random errors due to repetitive testing of accumulating data by evaluating meta-analyses not reaching the information size with monitoring boundaries. This is analogous to sequential monitoring boundaries in a single trial. We applied this method to evaluate if the evidence for pharmacological interventions to prevent contrast-induced nephropathy (CIN) is reliable and conclusive. Data Sources: MEDLINE and references from previous systematic reviews. Study Selection: We included placebo-controlled randomized trials (RCT) evaluating the efficacy of a pharmacological interventions for the prevention of CIN. Data Extraction: Quality of trials, characteristics of the interventions and incidence of CIN. Results: We included 51 Trials (40 trials with N-acetylcysteine, 5 trials with theophylline, 4 trials with dopamine, 3 trials with fenoldopam and 2 trials with furosemide) and conducted 5 separate meta-analysis (one for each pharmacological intervention). Most trials were of low methodological quality (40.4% were double-blind, 25% had allocation concealment and 15.4% reported as intention-to-treat). For each of the 5 meta-analysis, we estimated the required information size (HOIS) considering 90% statistical power, alpha of 1% and a 30% relative risk reduction. We monitored the results of these meta-analyses by generating interim cumulative meta-analyses after each included trial and evaluated their results using TSA with Lan-DeMets monitoring. None of the cumulative meta-analysis reached the information size or crossed the monitoring boundaries. Conclusions: The meta-analysis of trials evaluating pharmacological interventions for the prevention of CIN fail to meet the minimal required sample size to provide a reliable and conclusive answer. Further trials with larger sample sizes and with higher methodological quality are required in this field.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMetanálisept_BR
dc.subjectNefropatiaspt_BR
dc.subjectFarmacologiapt_BR
dc.subjectMeios de contrastept_BR
dc.subjectEstudos de avaliaçãopt_BR
dc.titleIntervenções farmacológicas para prevenção de nefropatia induzida por contraste : uma aplicação do método do tamanho ótimo da informação corrigido para heterogeneidade a fim de determinar se as evidências de uma metanálise são definitivas e conclusivaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coSilva, Otávio Berwanger dapt_BR
dc.identifier.nrb000695956pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Epidemiologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2008pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record